domingo, novembro 7

Farense volta a conquistar ponto fora de casa


20 comentários
O Farense deslocou-se este Domingo à zona leste da ilha Terceira do arquipélago do Açores, para defrontar o último classificado, o S.C. Praiense, formação que representa a cidade da Praia da Vitória.

A nossa equipa detinha algum favoritismo, quanto mais não fosse pelo adversário ter conquistado apenas 1 ponto no campeonato. Nas 4 linhas isso verificou-se nos momentos iniciais do jogo, com uma maior posse de bola mas sem que o Farense conseguisse criar grandes situações de golo. A partir dos 25 minutos, o Praiense que ainda não havia incomodado Serrão, acercou-se com algum perigo da baliza farense. Davide Justo respondia perto do intervalo, rematando na direcção do guarda-redes, já numa posição com pouco ângulo.

Na segunda parte entrou melhor a equipa da casa criando 2 situações em que podia ter inaugurado o marcador. Passados os primeiros minutos de maior ímpeto dos locais, o Farense equilibrou e podia ter chegado ao golo por Zambujo, num cabeceamento fora do enquadramento da baliza do Praiense. Até ao final, o golo poderia ter surgido em qualquer das balizas. O Farense foi mais dominador, o Praiense acabou por criar mais perigo. Nenhuma das equipas merecia a derrota.

Ambas as equipas tentaram ganhar, no entanto com pouca objectividade no momento de rematar à baliza. Dispuseram de boas oportunidades de desfazer o nulo, mas foram perdulárias, por isso o resultado acaba por espelhar o equilíbrio. Não deixou de ser um bom jogo, sem que no entanto tenha existido aquilo que leva os espectadores ao estádio, os golos.


Comments

20 comments to "Farense volta a conquistar ponto fora de casa"

ALG disse...
7:32 da tarde

Mais um jogo sem ganhar, temos que conseguir dar a volta rapidamente para não ficarmos numa situação perigosa na tabela.

Folgo em ver que desta vez terminámos com 11 e só com um cartão amarelo.

No próximo Domingo temos que ficar com os 3 pontos, é contra uma equipa que está na frente mas temos que ganhar.

Eroque disse...
7:56 da tarde

Com a presença de 7 adeptos ( 5 South Side que fizeram ouvir os seus cânticos durante os 95 minutos do jogo), o Farense obteve mais um ponto, com um empate a zero. Durante os primeiros 20 minutos, o Farense controlou completamente o jogo, mas não criou ocasiões de golo, pois os adversários defendiam com muitos elementos, e o Farense jogava de forma lenta, tornando possivel a à defesa do Praiense evitar males maiores. A partir dos 20 minutos o Praiense tornou-se mais rápido e agressivo, permitindo-lhe ganhar muitos lances a meio campo e conseguindo mesmo 2 boas ocasiões para marcar, ao findar a 1ª parte, Justo conseguiu ultrapassar um defensor, mas, com angulo reduzido rematou junto ao poste, mas o guarda redees conseguiu defender.
Na 2ª parte, com o vento a favor, o Praiense carregou sobre o farense, mas passados 15 minutos, as entradas de Bruno Carvalho e Keu voltaram a fazer com que o jogo voltasse a ser dominado pelo Farense, coroado com uma perdida flagrante de Zambujo que, sem oposição, cabeceou sobre o travessão. Mais algumaperigosas jogadas de ataque do farense, que pareciam perigosas, acabaram por ser perdidas por falhas do último passe. No final do jogo, o Praiense conseguiu algumas ocasiões de golo, resultantes de uma maior agressividade e com a ajuda do vento, a última das quais foi salva pelo Serrão arrojando-se aos pés do adversário. Em resumo pode-se considerar que o resultado foi justo, pois embora o Praiense tivesse mais oportunidades, o Farense teve mais bola. Finalmente só para realçar que finalmente o Farense terminou com 11 jogadores, mas teve 4 amarelos... Mas pereceu-me que alguns jogadores jogaram algo condicionados, com receio de serem expulsos... É necessário aumentar o nível de confiança dos jogadores no seu valor de modo a jogarem de forma mais expontânea, pois fiquei com a sensação que foram bastante calculistas...

rodriguesdidier disse...
7:39 da manhã

Lendo a cronica,que dizer?Que o farense ao nao conseguir ganhar ao ultimo classificado,encontra-se na sua zona de classificaçao.Domingo proximo jogamos contra o Operario,e quando se olha para a classificaçao,pouco ou nada se pode esperar.A Luta pela permanência vai ser de todos os minutos.Somos o segundo pior ataque com apenas três realizaçoes!!!!!Como se pode ver ou tirar como conclusao é que o Farense quando entra para o campo nao é com a intençao de ganhar ,mas sim de nao perder e isso explica-se pelos numero de resultados nulos;(4).Penso que falta a coragem ao Treinador.O tempo me darà razao.

Adepto Farense disse...
7:45 da manhã

http://www.zerozero.pt/video.php?id=94073

antoineglorieux_10 disse...
12:11 da tarde

nao estive presente neste jogo.logo nao posso fazer nenhum comentario.Mas pelo que leio e vejo nos nossos resultados realmente da a ideia de que a defesa e o suporte desta equipa. Enfim, os golos haverao de aparecer!
farense!

JoaoC disse...
1:24 da tarde

Depois de na semana passada terem empatado na casa do 4º classificado já se calculava que os açorianos tivessem a motivação para nos complicarem a vida.

Estamos abaixo da linha de agua é certo, mas também viemos de 2 jogos fora de casa e pontuar fora de casa neste campeonato nunca poderá ser considerado um mau resultado.

Temos 3 jogos realizados em casa e 4 fora, penso que contra o Louletano tendo em conta que era o 1º jogo do campeonato e o valor das equipas o resultado pode ser considerado normal.

Penso que a escorregadela foi na recepção ao Oriental, em que deveríamos ter ganho. De resto perdemos com o Madalena que conta por vitórias os 3 jogos realizados em casa e não sofreu qualquer golo, e o Juv. Évora, que em casa só venceu e não sofreu qualquer golo também.

Isto para dizer que os 2 locais onde perdemos jogos, são só as 2 únicas equipas que não sofreram qualquer golo em casa neste campeonato, se calhar não foi só demérito nosso não termos pontuado lá, mas também mérito do adversário.

Estamos a 3 pontos do 6º classificado, é assim tão mau? Não me parece tendo em conta que já jogámos mais fora de casa do que no nosso terreno.

goncalo disse...
2:46 da tarde

primeiro lugar

1 ponto é um ponto

o praiense vem de 4 novas aquisiçoes, e um empate em casa do Mafra ( 4 lugar )

ha 3 jogos k nao perdemos

sendo k empatamos em casa do torreense com menos 1

talvez o oriental podiamos ter ganho e tavamos a meio da tabela.

acima de tudo temos k ter consciencia k temos o orçamento mais baixo do campeonato , e o campeonato prima pelo equilibrio.

se me perguntarem qual o nome mais forte do campeonato ?

RESPOSTA . FARENSE

agora na realidade nao temos o plantel mais forte, temos limitações, derivadas a dura realidade do clube.
as pessoas têm que se unir e ter consciencia da nossa realidade, o meu maior desejo como de todos nós é ver o farense na primeira liga o mais rapido possivel, mas este ano alem das dificuldades, é um ano de afirmação de segunda divisao e de estabilidade.

sr. didier, o senhor prime pela diferença nos seus comentarios, umas vezes com razao outras sem, sem duvida alguma eu nao coloco o seu clubismo em questao, o que é certo é que nao é por temos 2 derrotas em 7 jogos e estarmos a 3 pontos do 4 lugar k tudo é mau, o senhor como escreve com regularidade no blog farense deve saber tao bem como eu a realidade k atravessamos, quanto ao seu comentario sobre o nosso treinador nao concordo, pois no jogo com o oriental onde empatamos e praticamente estavamos limitadissimos acabamos com o central mamadou a jogar a ponta de lança na tentativa do golo.
tudo é feito para ganhar jogos, vimos de 2 pontos fora k nao deixam de ser importantes, pk é k vens de pgtarem pk é k n ganhamos pk é k n valorizamos o facto da entrega dos jogadores e dedicação de todos os intervenientes.. que diariamente vivem o farense

temos que louvar a atitude dos nossos jogadores, equipa tecnica e direcçao pelos esforços k têm feito para manter o farense vivo e um farense competitivo, lutando no campeonato e fora dele
temos k apoiar e já no proximo domingo frente ao operario, pk as vitorias dao estabilidade, e calam as bocas k apenas falam na hora da derrota

joao C sem duvida um comentario digno, duma pessoa que conhece a realidade farense parabens pela clareza e pelos factos confirmados.

mais uma vez, vamos ganhar domingo vamos acreditar e apoiar pk toda a ajuda aos jogadores é necessaria..

rodriguesdidier disse...
7:09 da tarde

Caro Gonçalo,eu nao critico o treinador,ponho em causa a sua falta de ambiçao,de jogar para ganhar.Eu sempre preferi ganhar por cinco a quatro do que calcular;sao visoes diferentes.Ha um ditado que diz bem que quem nao arrisca nao petisca.O Recrutamento dos jogadores foi ele em acordo com o Presidente que o fez.Ele por ja ter experiência deveria ter feito o necessario para ter contratado jogadores a vocaçao Ofensiva.Claro que sou Farense e nao o vou repetir sem cesse.Gostava de ver o Farense la em cima e estou a vê-lo cà em "baixo".Ele ja cionhecia os jogadores do ano passado(época passada).Claro também que temos que confiar nos nossos jogadores,mas penso que os mesmos têm que "arregaçar" as mangas e "morrer" no terreno para ganhar jogos.três golos em sete jogos é simplesmente miseràvél.Tem que haver AUDACIA.Cumprimentos Farense.Nao me trate por Senhor,sou como voçê mesmo se ja tenho cinquenta e poucos;o tu para mim nao é ofensa.Arsénio

JoaoC disse...
8:26 da tarde

Tem razão quando diz que temos um ataque realmente pouco concretizador Arsénio, mas como nunca fui só de ver o lado mau nem somente o lado bom, também temos das melhores defesas do campeonato.

Marcamos pouco e sofremos pouco, não tem só a ver a audácia do treinador, até porque por Faro passaram nos últimos anos técnicos que deixavam os adeptos à beira de um ataque de nervos pelo medo de arriscar e não creio que se passe o mesmo com o actual técnico.

Trata-se de uma limitação da equipa, das características dos jogadores, temos um plantel curto e isso faz com que a equipa técnica olhe para o banco e veja poucas alternativas.

Pode dizer que a equipa foi escolhida pelo treinador e presidente, é correcto, mas não escolheram ficar sem 2 ou 3 jogadores que provavelmente até seriam titulares, nem escolhem jogar a maioria dos jogos em inferioridade numérica, nem escolhem terem jogos com 2 ou 3 jogadores no banco por lesão.

Infelicidade claro está, mas é com isso que eles têm de lidar, de certo que ele quer tanto como nós que a equipa marque golos e ganhe jogos, mas temos de ser condescendentes com as situações e perceber o porquê de elas acontecerem. Neste momento para marcarmos mais golos teremos de "destapar" a zona defensiva o que por si só vai ainda desiquilibrar mais o conjunto.

Estamos ainda muito perto do lugar que pretendemos, demasiado perto para arriscar tudo e poder deitar tudo a perder.

Se o treinador achar que a equipa tem condições para arriscar mais sem perder solidez, de certeza que o fará e nem precisaremos de estar aqui a discutir isto, é ele que lida com os atletas todos os dias, é ele que os conhece.

SamM disse...
10:39 da tarde

Estou preocupado com o meu Farense... Muitos dirão que sou pessimista, que tenho que ser positivo, mas a razão obriga-me a escrever um pouco sobre o momento do emblema de Faro, no campo desportivo, porque do resto pouco se sabe quanto ao futuro...

Desportivamente o Farense ganhou apenas um dos sete jogos do campeonato, marcando na prova três golos, apenas dois de bola corrida, o que traduz uma má produtividade atacante. Em contraste a defesa algarvia mostra uma consistência razoável, tendo em conta os objectivos dos responsáveis farenses, com seis golos sofridos e uma média inferior a um golo sofrido por jogo. Confesso que a nível oficial poucos jogos vi da equipa este ano, mas de acordo com o observado e também tendo em conta os relatos de amigos e da imprensa, constato que o Farense é uma equipa com incapacidade praticar um futebol alegre, resumindo as suas iniciativas atacantes aos "fogachos" de dois ou três jogadores na frente, e demonstrando dificuldades em circular a bola com imaginação e acutilância no último terço do terreno. A consistência defensiva tem sido o abono da equipa com uma dupla de centrais muito equilibrada, sem esquecer o jovem Calado que têm mostrado capacidades para poder ser uma opção fiável, sem esquecer o eterno Caniggia, o adpatado Joshua e o guardião Serrão, que é de facto um guarda redes acima da média nesta divisão.

Alguns me dirão que a equipa é limitada, e eu concordarei que assim é, mas que me lembre apenas nos lamentamos das perdas de Juan Pablo e Celestino, não se explicando desta forma a tão fraca produtividade ofensiva da equipa. O facto é que as lesões não tem ajudado, mas acima de tudo a indisciplina têm prejudicada a equipa neste inicio de época, e não se explicando esse facto, por si só com a hostilidade das equipas de arbitragem.

O Farense está neste momento a três pontos do duo dos quintos classificados, embora isso não sirva de consolo pois a equipa de Faro têm mantido ciclicamente essa distância demonstrando incapacidade de anular a diferença ao longo das jornadas, onde inclusivé, só por uma vez esteve na metade superior da tabela, oscilando entre os lugares de despromoção e o décimo segundo lugar nas restantes jornadas.

Ontem, no campo do Praiense, o último classificado com apenas dois pontos o Farense não demonstrou superioridade, e acabou por sair de lá com um ponto, o que acaba por não ser grave, mas que de certa forma, pela maneira como foi incapaz de violar as redes da equipa mais débil da prova, acaba por me preocupar e fazer antever uma continuação de campeonato algo conturbada.

Espera-se uma reacção forte dos Leões de Faro já este fim de semana, por forma a inverter esse cenário que se desenha, caso contrário acredito que António Barão tomará decisões no intuito de melhorar a situação da equipa, como já o fez no passado, embora em circunstâncias mais favoráveis.

rodriguesdidier disse...
8:19 da manhã

Pela primeira vez stou contente de ler os comentarios de todos,porque assim pode-se falar e trocar impressoes respeitando as visoes diversas sobre o que se passa no farense(grupo de futebol senior).Amigo Joao,acabei de ler o seu comentario e com efeito fala-me do melhor sector do Farense (a defesa);certo nao sofremos muitos golos,mas em sete jogos sofremos seis!!!!é quase um por média de jogo!!!no campeonato.Sabendo que o ataque é a melhor defesa,penso que é ai que se deve trabalhar mais e muito mais.Inventar um novo sistema de jogo que seria "povoar" o meio do terreno com cinco jogadores utilizando dois médios a vocaçao defensiva e os restantes a servirem d e apoio a dois atacantes,jogando com uma defesa em linha so com três jogadores.Sabendo também que a base das vitorias se situa na capacidade fisica dos jogadores e que os jogos se ganham nos duelos ,entao eu começaria por pensar que se nao ganhamos é porque nao temos(talvez) uma condiçao fisica optimal.uanto ao facto de ser o Joaquim Mendes que trabalha com os jogadores é um facto,agora é necessario saber é se ele faz a "boa escolha",eu pessoalmente posso aperceber-me que as jornadas passam e que os resultados nao sao a nosso favor nem favoraveis às escolhas e tacticas utilizadas.Se nao marcamos é porque ha algo que nao funciona.Nos debatemos aqui mas nao somos nos que vamos mudar o "curso" do jogo.Certo que temos um grupo limitado ,certo que fala de três jogadores que nao vieram,mas finalmente temos que construir com o que temos.Vamos ter esperança que tudo vai entrar em ordem e que ao menos nos mantenha-mos.

rodriguesdidier disse...
8:24 da manhã

Gostei também muito do Comentario do SamM,ele que ja me "picou" algumas vezes esta agora a verificar o que eu tenho dito,mas nao me gargarizo com isso,o importante é que talvez ele ja pensasse e nao o dizia agora sim ele começa a ter coragem de escrever.talvez que o facto de aqui escrever os dirigentes e treinador leiam e comecem a ver que ha gente que tem ideias e criticas construtivas.Digo sempre que as criticas construtivas ajudam a progredir .

Valério disse...
8:56 da manhã

Bom dia a todos.
Tenho acompanhado com bastante regularidade este blog e de vez em quando tb gosto de dar os meus "bitaites"...
Como já havia dito, suspeitava que o farense viesse a passar por grandes dificuldades para lutar pela permanência. Claro que havia (e ainda deve haver) gente a acreditar que o farense luta para subir (já este ano). - contas feitas, estamos a 10pontos do 1º...
Estou longe e os meus comentários têm sempre por base o que ali leio. Apenas vi um jogo (em Merelim) e dificilmente verei mais algum.
Parece-me que a ideia base da equipa é a solidez, temos poucas opções e temos tido algumas lesões e bastantes castigos. Mesmo assim, acredito que o farense não descerá de divisão. Talvez com alguma sorte ainda fiquemos nos primeiros 8. Não será objectivo írreal. Estamos no 1º ano de 2ª B - é a divisão mais difícil para subir (jogam 48 equipas - sobem 2) e a mais fácil de se descer (descem 10 a 12).
Não podemos querer tudo de uma vez, mas meus amigos, não venham para aqui dizer que não temos treinador, ou equipa suficiente para alcançar os objectivos.
1 abraço a todos.

FORÇA FARENSE

rodriguesdidier disse...
9:47 da manhã

Valério,realmente deste um bitaite mal dado.Escreves que "Suspeitavas que o Farense viesse a passar por dificuldades para lutar para a permanência".Se compreendo bem dizes que nao acreditavas que o farense tivesse dificuldades;pois é por enquanto estamos com elas.Dez pontos do primeiro à sétima jornada!!!!!!!Subir nao,o importante é a manutençao,ja que subimos e para iosso o factor das finanças do clube até serao decisivas.

Valério disse...
9:27 da tarde

Caro Didier, o que eu quis dizer é exactamente que já previa (suspeitava)que viesse a passar dificuldades e que, sim, iria lutar pela permanência.

No entanto, gostaria (e continuo a acreditar) que conseguíssemos ficar na 1ª metade da tabela = 8 primeiros. Creio que na altura até comentei aqui após o jogo com o louletano que desejava que a equipa andasse por esses lugares ao longo de todo o campeonato, fazendo assim um campeonato tranquilo, apesar das limitações reconhecidas por muitos.

O meu comentário de hoje continua a ser coerente...

Espero agora não ter deixado dúvidas quanto ao meu "bitaite".

Cumprimentos,

FORÇA FARENSE

rodriguesdidier disse...
10:24 da tarde

Valério,prever nao é suspeitar.Estaremos de acordo?Penso que nao devias ter utilizado a palavra Suspeitar neste caso,eu veria melhor a palavra Prever.Mas como nao escrevo muito em Português e ja sao muitos anos sem praticar muito, posso estar errado.Nesse caso peço desculpa.Um abraço Farense.

Eroque disse...
10:27 da tarde

Depois de ler todos estes comentários sobre o Farense, após o empate na Praia da Vitória, como espectador "in loco", não posso deixar de dizer algumas palavras...
1 - O Farense não é o melhor plantel da 2ª Divisão, mas também está muito longe de ser dos piores.
2 - O Praiense só tinha um ponto quando defrontou o Farense, que foi obtido na jornada anterior em Mafra, (uma equipa que na 5ª jornada tinha 2 V, 2 E e 1 derrota) depois de ter mudado de treinador e de ter reforçado o plantel.
3 - No jogo do último Domingo, o Farense teve muito mais posse de bola, o que significa que os jogadores sabem controlar uma bola. Nomeadamente nos primeiros 20 minutos e nos últimos 30.
4 - O Farense apenas conseguiu 1 oportunidade flagrante de golo, por várias razões: a) O Praiense defendeu muito e bem. b) O Farense foi bastante infeliz no último passe, houve pelo menos 4 ou 5 situações em que o último passe, que isolaria jogador do farense, foi interceptado "in extremis" pela defensiva adversária. c)Possívelmente por receio de expulsões, os jogadores do Farense joagaram algo retraídos e não foram suficientemente agressivos para conseguir um resultado MAIS positivo (mesmo assim levaram 4 amarelos, práticamente cada falta foi um amarelo). d) Esta atitude, transmitindo a ideia de alguma passividade defensiva, ainda permitiu ao Praiense criar 3 ou 4 oportunidades que foram anuladas pelo G. Redes ou falhadas pelos adversários.
Finalmente vou concluir dizendo que o futuro mostrará que este foi um resultado positivo, que a equipa é capaz de controlar um jogo, que a defesa é a base de qualquer equipa que se queira competitiva, e que o ataque passará a marcar mais golos, quando a rapidez de execução melhorar e as jogadas se tornarem mais expontâneas. Também queria dizer que o pessimismo nunca é bom para animar ninguém, mas é claro que não sou capaz de obrigar ninguém a ser optimista, ou que finja que o é só para ajudar o seu clube... Infelizmente já poucos são capazes de sentir pela equipa da sua terra o mesmo que se sentia nas décadas de 70 ou 80, e todos temos que aceitar que os tempos são outros...

Adepto Farense disse...
5:23 da manhã

À parte as nossas limitações financeiras e de dimensão, colmatadas pela grande Alma Farense dos sócios resistentes e apoiantes à distância que mostraram no último jogo do campeonato anterior que ainda são capazes de mobilizar e catalisar o Povo Farense e não negando que eventualmente em algum jogo(?) possamos ter sido beneficiados pela arbitragem, é interessante verificar os castigos por cartão vermelho directo a que os jogadores do Farense foram sujeitos neste inicio de campeonato e lembrar que há uns anos por causa de uma garrafa de água interditaram o S.Luís quatro jogos e obrigararm a pôr rede e comparar com os castigos de Luisão e Maniche (1 e 2 jogos) e com a multa aplicada ao Dragão pelas bolas de golfe atiradas e que atentaram à integridade física do jogador Roberto.Talvez as ilações nos levem ao desidrato que não é só por termos um ataque pouco produtivo que só ganhámos um jogo........

luis gomes disse...
2:18 da manhã

Caros Amigos Farenses,como diz o Nosso Hino:do esforço se faz a vitória! esse esforço terá de ser repartido por todos ,pelos nossos atletas em campo,pelos dirigentes,pelos adeptos,pela cidade e principalmente por nós os sócios,cada um à sua maneira ;só pelo facto de não se criticar negativamente já estamos a ajudar;
O verdadeiro Farense é aqule que acredita no sucesso da equipa e da Direcçao.Em relaçao à equipa como todos sabemos está em construçao mas tem muita qualidade,temos que dar tempo porque ainda vamos ter muitas alegrias em breve ,temos algumas lacunas é verdade por falta de experiencia de alguns jogadores que vieram do distrital e dos juniores e que é o 1ºano que estao nesta divisao,mas isso ganha-se de jogo para jogo e já se nota uma boa evoluçao na ligaçao entre os sectores e na circulaçao da bola,só faltam os golos, é verdade que o nosso ponta de lança tem apenas 1 golo e de pénalti é pouco mas acredito que quando adqerir mais confiança os golos vao surgir.
Volto a repetir:ainda não vi nenhuma equipa até ao momento que fosse superior ao Farense,matreiras sim mas no que respeita a futebol os nossos jogadores tem sido gigantes daí haver motivos para estar-mos todos unidos a apoiar. Vamos certamente festejar,a procissao vai agora a sair da igreja,as contas sao feitas no fim.Domingo vamos lá estar no S.Luis a correr ao lado dos nossos jogadores a apoiar como sempre. Boa noite a todos.

rodriguesdidier disse...
2:33 da tarde

Infelizmente um mal nunca vem so.Acabo de ler que o antigo Jogador Palma fez condenar o farense a indemeniza-lo com a soma de vinte e nove mil euros.Cada dia que passa é mais uma pedra atirada ao Farense.Acabo também de ler que o gerente do Bar café do Pavilhao Farense deu fim aos seus dias!!!!Decididamente tudo vai mal.Sabem a razao desse gesto??

 

Copyright 2009 All Rights Reserved Blog Leões de Faro optimizado para 1280 x 768 px