terça-feira, maio 26

Eleições do Farense, dia 1 de Junho às 20 horas


0 comentários
Segunda-feira, 1 de Junho às 20:00 Praça de Tânger, Ginásio Sede, 8005-445 FARO 









segunda-feira, maio 25

Farense termina com goleada


0 comentários
Farense 4-1 Feirense


O Farense venceu o Feirense por 4-1, colocando um ponto final na ambição da equipa de Santa Maria da Feira em alcançar a 1.ª Liga, em encontro da 46.ª jornada.

Apesar de ter entrado melhor na partida, com um golo de Luíz Phellype, logo aos 10 minutos, o Feirense acabaria por sofrer quatro golos da equipa da casa, uma reviravolta que só aconteceu na segunda metade. Numa primeira parte com muita luta a meio campo, mas com poucas oportunidades de golo para o Farense e a maioria dos lances de perigo a pertencerem à equipa visitante, nada fazia prever a goleada dos algarvios, que saíram para intervalo a perder.

Ao intervalo, Abel Xavier fez uma dupla substituição, com a entrada de Hugo Ventosa e Irobiso e a equipa respondeu da melhor maneira, restabelecendo a igualdade logo após o reatamento, com um golo de Harramiz. O Farense surgiu mais dominador, enquanto a equipa de Santa Maria da Feira mostrava-se irreconhecível face à exibição realizada na primeira parte, com os algarvios a não tirarem o pé do acelerador depois do golo do empate. Aos 53 minutos, o recém-entrado Irobiso, com um golo de cabeça, colocou a equipa da casa pela primeira vez na frente do marcador, e 15 minutos depois, cruzou rasteiro para Mailó, ao primeiro poste, ampliar a vantagem.

No minuto seguinte, seria a vez de Edinho, num lance de contra ataque, a isolar-se e, na cara do guarda-redes Márcio Paiva, a fazer o quarto golo para os algarvios.

Aos 62 minutos, um lance no interior da área do Farense gerou contestação por parte do Feirense, o que resultou na amostragem de um cartão amarelo a Hélder Rodrigues e numa ordem de expulsão a um elemento do banco da equipa visitante, após protestos.

Jogo no Estádio de São Luís, em Faro.

Farense-Feirense, 4-1.

Ao intervalo: 0-1.

Marcadores:

0-1, Luíz Phellype, 10 minutos.

1-1, Harramiz, 46.

2-1, Irobiso, 53.

3-1, Mailó, 69.

4-1, Edinho, 70.

Equipas:

Farense: Ricardo Neves, Carlitos (Hugo Ventosa, 46), Kiki Ballack, Lameirão, Hugo Luz, Rui Duarte, Neca, Alan (Irobiso, 46), Harramiz, Edinho Junior (Gonzalez, 77) e Mailó.

Suplentes: Bento, Gonzalez, Bilro, Ventosa, Tim, Irobiso, Califo.

Treinador: Abel Xavier.

Feirense: Márcio Paiva, Tiago Jogo, Nuno Henrique, Agostinho Carvalho, Igor Rocha (Diogo Fonseca, 56), Paulo Grilo, Helder Rodrigues (Ryan Hirooka, 83), Cris, Ruben Oliveira (Fabinho, 57), Gonçalo Abreu e Luís Phellype.

Suplentes: Giorgi Makaridze, Pedro Santos, Fabinho, Diogo Fonseca, Ryan Hirooka, Hugo Moreira.

Treinador: Pedro Miguel.

Árbitro: André Narciso (Setúbal).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Kiki Ballack (15), Alan (29), Ruben Oliveira (45), Hélder Rodrigues (62) e Edinho (71).

Assistência: Cerca de 1.000 espetadores.

Fonte: record.xl.pt

quarta-feira, maio 20

Farense perde na deslocação à Covilhã


1 comentários
Sp. Covilhã 1-0 Farense


O Sporting da Covilhã manteve-se hoje na luta pela subida de divisão, ao vencer em casa o Farense por 1-0, em encontro da 45.ª jornada da Segunda Liga .

O golo solitário do encontro da penúltima ronda da prova foi marcado por Djikine, aos 26 minutos, e deixa o conjunto serrano em igualdade pontual com União da Madeira e Desportivo de Chaves, a três pontos do líder Tondela.

O Sporting da Covilhã, com o objetivo de se manter na corrida à subida, dominou toda a primeira parte, a jogar com ritmo e com uma postura muito ofensiva, face a um Farense encostado ao seu meio campo e incapaz de construir jogo.

Aos três minutos, Erivelto acertou na barra e, logo a seguir, Bento defendeu para canto um remate de Zé Tiago. Djikine, Bilel e Soares também criaram grande perigo, sem conseguirem concretizar.

Quando estavam jogados 18 minutos, Diogo cortou a bola com a mão dentro da área, mas João Capela nada assinalou.

O único lance de perigo do Farense aconteceu por intermédio de Irobiso. Taborda defendeu por instinto para a frente e Tiago Moreira aliviou.

Aos 26 minutos, Joel atirou à trave e, na recarga, Djikine inaugurou o marcador de cabeça. Antes do descanso, Gilberto ainda fez a bola rasar o poste e os remates de Erivelto e Bilel passaram rente ao 'ferro'.

No início da etapa complementar, Soares, em cima da linha, evitou o golo do empate, após cabeceamento de Diogo. O Farense subiu de rendimento, mas os 'leões da serra' continuaram a ter o coletivo mais objetivo, com Kizito, Gilberto e Erivelto a protagonizarem ocasiões flagrantes.

Os algarvios ficaram reduzidos a 10 unidades aos 68 minutos, após expulsão de Carlos, mas, apesar de os serranos apresentarem maior caudal ofensivo, não conseguiram aumentar a contagem.

Jogo no Estádio José Santos Pinto, na Covilhã.

Sporting da Covilhã - Farense, 1-0.

Ao intervalo: 1-0.

Marcadores:

1-0, Djikine, 26 minutos.

Equipas:

- Sporting da Covilhã: Taborda, Tiago Moreira, Edgar, Joel, Soares, Djikine, Gilberto (Massaia, 79), Zé Tiago, Kizito (Carlos Manuel, 90+2), Bilel (Adriano, 65) e Erivelto.

Suplentes: Igor, Vítor Massaia, Nana K, Samuel, Carlos Manuel, Flávio, Adriano.

Treinador: Francisco Chaló.

Farense: Bento, Ventosa, Diogo (Kiki, 74), Lameirão, Hugo Luz, Rui Duarte, Neca, Carlos, Harramiz, Irobiso (Carvalho, 78) e Mailo (Yang, 46).

Suplentes: Ricardo, Gonzalez, Kiki, Yang, Bilro, Edinho, Carvalho.

Treinador: Abel Xavier.

Árbitro: João Capela (Lisboa).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Joel (47), Carlos (63 e 68), Kizito (82) e Carvalho (85). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Carlos (68).

Assistência: Cerca de 2.000 espetadores.

Fonte: record.xl.pt

segunda-feira, maio 11

Farense cede empate ao cair do pano


1 comentários
Farense 3-3 Oliveirense

Farense e Oliveirense empataram este domingo 3-3, em jogo da 44.ª jornada da 2.ª Liga, em Faro, onde Rui Lima selou o empate para os forasteiros no último lance do encontro.

Num jogo para cumprir calendário, a Oliveirense saiu na frente, por Rafa, que bisou mais tarde (14' e 31'), já depois de o Farense virar o marcador, por Neca (15') e Harramiz (22'). Irobiso assinou o 3-2 já na segunda parte (54'), mas a turma de Oliveira de Azeméis, que somou o 12.º jogo consecutivo sem vencer, acabou por assegurar o empate no quarto minuto de descontos.

Com os objetivos cumpridos, o Farense e a Oliveirense entraram em campo sem preocupações defensivas e com a mira apontada às balizas contrárias, o que resultou num jogo equilibrado mas aberto, em ritmo de parada e resposta.

Depois de Neca ter ameaçado o primeiro golo, com um chapéu falhado, aos sete minutos, acabou por ser a equipa de Oliveira de Azeméis a abrir as hostilidades, aos 14 minutos, por Rafa, que ganhou o duelo físico com Lameirão e à saída de Santo Bento não desperdiçou.

O Farense respondeu da melhor forma, um minuto depois, com Neca a desviar um centro rasteiro de Harramiz ao primeiro poste, e assinou a reviravolta aos 22 minutos, num cabeceamento de Harramiz, mas Rafa repôs a igualdade aos 31 minutos.

Na segunda parte, o ritmo baixou mas as duas equipas continuaram à procura de golos, com Irobiso a colocar o Farense novamente em vantagem aos 54 minutos, aproveitando um erro do guarda-redes Helder Godinho.

A vitória dos locais parecia certa mas a Oliveirense, que já justificava o empate, acabou por consegui-lo apenas no quarto minuto de descontos, com Rui Lima a assinar o 3-3 na marcação de um livre direto.

Jogo no Estádio de São Luís, em Faro.

Farense - Oliveirense, 3-3.

Ao intervalo: 2-2.

Marcadores:

0-1, Rafa, 14 minutos.

1-1, Neca, 15.

2-1, Harramiz, 22.

2-2, Rafa, 31.

3-2, Irobiso, 54.

3-3, Rui Lima, 90+4.

Equipas:

Farense: São Bento, Hugo Ventosa, Diogo Silva, Lameirão, Hugo Luz, Rui Duarte (Bilro, 87), Neca (Bruno Carvalho, 62), Carlos, Harramiz, Irobiso e Mailó (Edinho Júnior, 77).

Suplentes: Ricardo, Carlitos, Kiki Ballack, Alan Khabalov, Bilro, Edinho Júnior e Bruno Carvalho.

Treinador: Abel Xavier.

Oliveirense: Hélder Godinho, Carela, Ângelo, Luís, Mário Mendonça, Godinho (Rui Lima, 75), Guima, Zé Pedro (Yero, 65), Renan (Walter Patrick, 83), Pedro Oliveira e Rafa.

Suplentes: João Pinho, Bru, Walter Patrick, Carlitos, Yero, João Paulo e Rui Lima.

Treinador: Artur Marques.

Árbitro: João Pinheiro (Braga).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Neca (35), Mailó (58), Irobiso (63), Godinho (74), Mário Mendonça (76), Carela (79) e Carlos (90+2).

Assistência: Cerca de 700 espetadores.

Fonte: record.xl.pt

quarta-feira, maio 6

Farense consegue a 5ª vitória nos últimos 6 jogos!


1 comentários
Leixões 1-3 Farense

O Leixões, apesar de derrotado em casa, por 3-1, pelo Farense, garantiu a permanência na II Liga, beneficiando do empate do Atlético ante o Beira-Mar (1-1).

Com a questão legal em torno das remunerações aos jogadores considerada em dia pela Liga dos clubes, o Leixões tinha apenas de preocupar-se, desportivamente, em lograr a manutenção, mas essa ansiedade jogou contra si na primeira parte.

Não obstante o assédio à baliza do Farense, a verdade é que os remates que saíram ou fracos e sem perigo ou então São Bento não teve problemas em os defender, o mesmo não se podendo dizer quando Neca surgiu na área dos locais a rematar.

Na primeira delas, aos 19 minutos, o médio mergulhou a um cruzamento de Hugo Luz, correspondendo Ricardo Moura com uma defesa enorme para canto. 

No segundo lance, aos 32 minutos, Neca achou-se com tempo e espaço na área para rematar, mas foi Orlando, infeliz, a desviar para a sua baliza.

Cinco minutos volvidos, nova desatenção defensiva abriu a porta para o remate vitorioso de Harramiz e o adensar dos problemas dos locais, resultado com que se atingiu o intervalo. 

Do descanso, a equipa da casa trouxe um novo ímpeto e depois de Gonçalo Graça (49) testar São Bento e De Leonço (62) cabecear à trave, o suplente Cadinha (63), numa finalização à entrada da área, reduziu.

No seu regresso a Matosinhos, onde jogou na época passada, Mailo (74) decidiu estragar a recuperação do seu ex-clube e, após assistência de Irobiso, driblou dois defesas e fez o 1-3.

Até final, os locais bateram-se em busca, pelo menos, do empate mas as boas notícias que chegavam da Tapadinha, chegaram e sobraram para cumprir o objetivo, dado o Leixões ter vantagem no confronto direto com o Atlético, que dista nove pontos a três jornadas do fim. 

Jogo no Estádio do Mar, em Matosinhos.

Leixões - Farense, 1-3.

Ao intervalo: 0-2.

Marcadores:

0-1, Orlando, 32 minutos (própria baliza).

0-2, Harramiz, 37.

1-2, Cadinha, 63.

1-3, Mailo, 74.

Equipas:

- Leixões: Ricardo Moura, Gonçalo Graça (Yuanyi Li, 68'), Zé Pedro, Orlando (Cadinha, 46'), Caio (Pedras, 75'), Tiago Lenho, Bruno Lamas, Roberto Sousa, Mendes, Alemão, De Lenço. 

(Suplentes: Nuno Pereira, Pedras, Cadinha, Pedro Pinto, Moedas, Yuanyi Li, Alabi).

Treinador: Horácio Gonçalves.

- Farense: São Bento, Hugo Ventosa, Diogo Silva, Lameirão (Kiki, 80'), Hugo Luz, Rui Duarte, Neca (Bilro, 88'), Carlos Rodrigues, Harramiz (Carvalho, 75'), Irobiso, Mailo.

(Suplentes: Ricardo, Gonzalez, Kiki, Alan, Bilro, Carvalho, Tim).

Treinador: Abel Xavier.

Árbitro: Fábio Veríssimo (Leiria).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Harramiz (22'), Mendes (51'), Tiago Lenho (57').

Assistência: cerca de 200 espectadores.

Fonte: record.xl.pt

sábado, maio 2

Farense assegura matemáticamente a permanência!


0 comentários
Farense 3-0 Ac. Viseu

O Farense venceu este sábado o Ac. Viseu por 3-0, garantindo a sua segunda vitória consecutiva, em jogo da 42.ª jornada da 2.ª Liga.

Aos 23 minutos, Harramiz inaugurou o marcador para a equipa da casa, na recarga a um remate de Bruno Carvalho, após uma defesa incompleta do guarda-redes do Ac. Viseu.

Na segunda parte do jogo, aos 63 minutos, na conversão de uma grande penalidade, Rui Duarte aumentou a vantagem da equipa da casa e, poucos minutos depois, aos 67, Neca marcou o terceiro golo dos algarvios.

A equipa do Viseu desperdiçou algumas oportunidades de golo, nomeadamente logo aos 20 minutos, quando protagonizou dois lances de perigo, mas também na segunda parte, aos 55 e aos 57, esbarrando sempre na defesa algarvia.

A expulsão de Edinho, aos 65 minutos, obrigou o Farense a jogar os últimos 25 minutos da partida apenas com 10 jogadores em campo, mas, mesmo assim, os algarvios nunca desistiram de procurar o quarto golo.

Os viseenses mostraram-se menos eficazes durante todo o jogo, pois, apesar de várias oportunidades para marcar, nunca conseguiram furar a defesa algarvia.

Com duas vitórias consecutivas, o Farense atinge maior estabilidade na tabela classificativa, aproximando-se mesmo da primeira metade, enquanto o Ac. Viseu está três pontos abaixo, também em posição tranquila.

Jogo no Estádio de São Luís, em Faro.

Ao intervalo: 1-0.

Marcadores: 1-0, Harramiz, 23 minutos; 2-0, Rui Duarte, 63 (grande penalidade); 3-0, Neca, 67.

Farense: São Bento, Hugo Ventosa, Diogo Silva, Lameirão, Hugo Luz, Rui Duarte, Bruno Carvalho (Alan, 80), Neca (Bilro, 70), Harramiz (Mailó, 87), Edinho e Irobiso.
Suplentes: Ricardo, Gonzalez, Kiki, Mailó, Alan, Bilro e Karamatic.
Treinador: Abel Xavier.


Ac. Viseu: Ivo Gonçalves, João Amorim, Tiago Gonçalves, Eridson, Tiago Costa, Luisinho, Alex Porto (Fábio Martins, 68), André Sousa, Tiago Borges (Clayton, 58), Sandro Lima e Tiago Almeida (Filipe Nascimento, 80).
Suplentes: Ruca, Filipe Nascimento, João Ricardo, Gabi, Alphonse, Fábio Martins e Clayton.
Treinador: Ricardo Chéu.


Árbitro: João Malheiro Pinto (Lisboa).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Tiago Almeida (18), Edinho (56 e 65), Tiago Gonçalves (62), Filipe Nascimento (90). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Edinho (65).

Assistência: Cerca de 400 espetadores.

Fonte:http://www.record.xl.pt/
Foto: José Luís Silva

quarta-feira, abril 29

Farense complica situação dos insulares


1 comentários
Marítimo B 0-1 Farense

O Farense venceu no terreno do Marítimo B, por 1-0, em jogo da 41.ª jornada da II liga portuguesa e agravou a situação dos madeirenses. Com o segundo triunfo seguido fora de portas, os algarvios podem assegurar a manutenção na próxima ronda, enquanto os 'verde-rubros' sofreram a sexta derrota consecutiva e continuam a sete pontos da zona de manutenção.

Numa primeira parte muito disputada, a primeira ocasião pertenceu aos forasteiros, num remate cruzado de Yang Tan, aos 14 minutos.

Os insulares deram uma boa resposta e tiveram várias oportunidades para marcar, com destaque para o livre direto de Éber Bessa, aos 22 minutos, mas Vítor São Bento foi travando as intenções adversárias.

À passagem do minuto 35, o Farense colocou-se na frente do marcador num livre em que a bola chegou a Neca, que cruzou rasteiro para o desvio fácil de Harramiz.

Na segunda parte, o conjunto da casa pressionou mais, mas não teve a pontaria necessária nas várias situações de golo desperdiçadas.

O remate de Gonçalo Reyes no 'coração' da área (62 minutos) e o cabeceamento de Kukula (87) foram as oportunidades mais flagrantes.

Ainda assim, o momento mais perigoso pertenceu à equipa de Abel Xavier, aos 70 minutos, num cabeceamento do veterano Neca à barra.

Jogo no Campo da Imaculada Conceição, no Funchal.

Marítimo B - Farense, 0-1.

Ao intervalo: 0-1.

Marcador:

0-1, Harramiz, 35 minutos.

Equipas:

- Marítimo B: José Sá, Armando, Diney (Pana, 65), Igor Rossi, Kaká, Gonçalo Reyes, Touré, Filipe Oliveira (Ibrahim, 74), Éber Bessa, Kukula e Carlos Daniel (Marcos Barbeiro, 46).

(Suplentes: Rui Vieira, Bernardo Lopes, Tiago, Pana, Marcos Barbeiro, Aldaír Neto e Ibrahim).

Treinador: Rui Nascimento.

- Farense: Vítor São Bento, Hugo Ventosa, Diogo Silva, Lameirão, Hugo Luz, Carlos Rodrigues, Rui Duarte, Harramiz, Neca (Bruno Gonzalez, 90+3), Irobiso (Carvalho, 83) e Yang Tan (Edinho, 76).

(Suplentes: Ricardo Neves, Bruno Gonzalez, Kiki Ballack, Edinho e Bruno Carvalho).

Treinador: Abel Xavier.

Árbitro: Rui Oliveira (Porto).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Carlos Rodrigues (21) e Hugo Luz (54).

Assistência: Cerca de 100 espetadores.

Fonte: www.record.xl.pt
 

Copyright 2009 All Rights Reserved Blog Leões de Faro optimizado para 1280 x 768 px