sexta-feira, abril 22

Derrota injusta ao cair do pano


0 comentários
 42.ª jornada
Olhanense 1-0 Farense

O Olhanense venceu este domingo o histórico rival Farense, por 1-0, em jogo da 42.ª jornada da 2ª Liga, decidido com um golo do nigeriano Stanley Amuzie, em cima do minuto 90.

Num duelo equilibrado, mas fraco e com ocasiões divididas, em que o empate se justificava, o defesa/médio emprestado pela Sampdoria (Itália) selou o resultado do dérbi algarvio a favor dos rubro negros, que voltaram às vitórias em casa mais de um mês depois.

O Olhanense, 11.º classificado, com 59 pontos, garantiu praticamente a manutenção, enquanto o Farense, que não vence há cinco partidas, continua no antepenúltimo lugar, com 46 pontos, a dois da primeira equipa fora da zona de descida.


A primeira parte não teve muita história para contar, com as duas equipas a praticarem um futebol fraco, sem imaginação e com recurso aos pontapés longos, mas com Rambé e Said muito isolados, sem apoios para desbloquear as defensivas contrárias.

Ainda assim, logo aos quatro minutos, o cabo-verdiano Rambé até teve nos pés a única verdadeira oportunidade de golo dos primeiros 45 minutos, atirando fraco para defesa fácil de Moreira.

Na segunda parte, o equilíbrio manteve-se, assim como o registo de grandes ocasiões desperdiçadas, mas desta vez por Said, que, após centro de João Oliveira, em posição frontal, abordou mal o lance, rematando com o joelho por cima (55').

Por momentos, o jogo passava mais pela animação nas bancadas - com os adeptos do Olhanense a mostrarem um caixão simbólico do enterro do rival Farense e a claque contrária a responder com várias tarjas - do que pelo que acontecia no relvado.

No minuto 90, com a Farense a tentar segurar um ponto que parecia importante, Stanley Amuzie acabou por mesmo por enterrar as aspirações da equipa de Faro, marcando o golo decisivo, num lance facilitado em demasia pela defesa adversária.

Jogo no Estádio José Arcanjo, em Olhão.

Ao intervalo: 0-0.

Marcador:

1-0, Stanley Amuzie, 90 minutos.

Olhanense: Moreira, Coubronne (Rodolfo Lourenço, 76), Fábio Marinheiro, Materazzi, Tiago Duque, Lucas Morelatto (Stanley Amuzie, 70), Ousmane Baldé, João Oliveira (Leandro Borges, 76), Galassi, Murilo e Said.

(Suplentes: Léo, Rodolfo Lourenço, Soriano Mané, Guilherme, Mickael, Leandro Borges e Stanley Amuzie).

Treinador: Cristiano Bacci.

Farense: São Bento, Saeed, Ubay Luzardo, Roni, Diogo Coelho, Osama Rashid (Márcio Sousa, 59), Bilro, Harramiz (Irobiso, 59), Paulinho, Femi Balogun (Coulibaly, 87) e Rambé.

(Suplentes: Ricardo, Diogo Silva, Felipe Barros, Márcio Sousa, Irobiso, Tiago Jogo e Coulibaly).

Treinador: Antero Afonso.

Árbitro: André Moreira (Leiria).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Bilro (56), Said (90+3) e Saeed (90+3).

Assistência: Cerca de 2.000 espetadores.

Comments

0 comments to "Derrota injusta ao cair do pano"

 

Copyright 2009 All Rights Reserved Blog Leões de Faro optimizado para 1280 x 768 px