terça-feira, fevereiro 16

Dedo apontado aos jogadores


1 comentários
O Farense somou apenas um ponto nos últimos dois jogos, disputados em casa e contra adversários do fundo da tabela classificativa, e o próximo encontro, no reduto do Sp. Braga B, assume grande importância, pois o conjunto da capital algarvia corre o risco de cair na zona da descida.
A administração da SAD reforçou a confiança no técnico Horácio Gonçalves, que colocou o lugar à disposição logo após a derrota de sábado frente ao Sp. Covilhã, e o dedo está apontado aos jogadores, acusados pelo presidente António Barão (e também por muitos adeptos, nas redes sociais) de não terem a atitude exigida a quem veste as cores do Farense.
Pelo meio, outros problemas também não ajudam: o reforço Paulinho está sob alçada disciplinar depois de ter chegado atrasado à concentração de sábado e a mudança para o Nacional, a partir da próxima época, do guarda-redes São Bento, sem qualquer comunicação prévia, causou desconforto.
Entretanto a administração da SAD do Farense renovou na noite deste sábado a confiança no treinador Horácio Gonçalves, que colocou o lugar à disposição, depois da derrota caseira frente ao Sporting da Covilhã (0-2).

Os responsáveis da SAD estiveram reunidos com o técnico e ficou decidido que Horácio Gonçalves continuaria em funções. "Acompanhamos o trabalho diário e não há reparos a fazer em relação ao técnico. Já o mesmo não posso dizer dos jogadores", referiu António Barão, presidente do Farense.

O dirigente mostra-se desagradado "com a postura dos nossos futebolistas nos últimos jogos. Pede-se muito mais a quem veste a camisola do Farense e um treinador não pode fazer milagres quando a atitude da equipa deixa muito a desejar."

No intervalo do jogo deste sábado António Barão deslocou-se ao balneário, insatisfeito com o comportamento dos jogadores, mas as palavras duras que proferiu "não tiveram o efeito desejado, pelo que voltarei a conversar com eles, para saber o que se passa. Assim não pode ser!"

Fonte: Record


Comments

1 comments to "Dedo apontado aos jogadores"

ADEPTO disse...
5:25 da manhã

O alerta vermelho foi accionado.....não vale a pena atirar mais culpas a ninguém.O resultado está à vista.Não basta ter jogadores, mais ou menos competentes,mais ou menos com potencial de progressão,neste campeonato em que há pouca diferença entre o último e o primeiro.A diferença está na regularidade,na assertividade,no estudo dos adversários, e na maior ou menor"simpatia" que a arbitragem tem por nós (que é muito pouca ou nenhuma).O S luís também já não é nem voltará a ser o "inferno" dos outros tempos porque hoje em dia o "inferno" é feito a nível empresarial com contratação de jogadores de nível suficiente e " garra " técnico profissional para se imporem em qualquer campo.A departamentação da gestão do futebol é fundamental para os grandes e ainda mais para os pequenos em que os fracos recursos dão pouca margem de erro e sobretudo nós no sul em que a contratação de jogadores de fora tem custos maiores que as equipas do norte que fazem o campeonato ao pé de casa com a prata da casa ao que acresce a fraude que é meterem equipas b a distorcerem a verdade desportiva ao distribuirem pontos pelos "amigos" e a jogarem com equipas mais fortes contra outros (deviam arranjar um campeonato de reservas)Não vale a pena chorar o leite derramado. porque não há vitórias morais e quanto perante estas adversidades todas inegáveis se vem juntar a desunião...."a vingançazita pessoal ao presidente" e outros ...o mau momento psicológico origina a histeria que nos leva ao desaire completo e depois ficarão os "maluquinhos da bola" a andar atrás do Grande Farense pelos distritais porque os outros vão continusar a acharem se muito importantes a discutirem o jogo dos ditos clubes riquinhos que assistiram no sofá em três dimensões analisando se foi penalti ou não e a discutirem contratações de milhões de euros,ao mesmo tempo que o colega de trabalho ganha o ordenado mínimo, mas sabem a hora que a estrela desses clubes riquinhos foi ao wc.É natural que os profissionais desta indústrica futebolistica ambicionem fazer contratos milionários,agora que haja adeptos que pensem que por apoiarem esses clubes são mais importantes que os outros é que dá para pensar.Mas enfim se o Farense descer de divisão todos esses amigos do infortúnio ficarão satisfeitos,pois pode acontecer que o clube de sofá que apoiam não ganhe nada.Depois desta caminhada de dificuldades que nos tem levado ao renome do nosso clube,mas que não soubemos detectar os inimigos que jogam na calada dos bastidores,porque entramos de peito aberto às balas, no jogo pelo jogo...deparamos à beira do precipício e só nos resta A UNIÃO DAS GENTES DE FARO GENUÍNAS....ABRIR AS PORTAS DO S LUÍS A TODOS GRATUITAMENTE...PEDIR APOIO À CIDADE DE FARO...IGNORAR OS MALDIZENTES...e programar a próxima época,prospeccionar jogadores e técnicos da região (algarve/alentejo-os bons serão bem vindos),adquirir um modelo de jogo ganhador.Poucas equipas da dimensão do Farense têm as estruturas que dispomos: S Luís,Edificio-Sede,Pavilhão,Estádio Algarve.....

 

Copyright 2009 All Rights Reserved Blog Leões de Faro optimizado para 1280 x 768 px