domingo, março 16

Arbitragem manipuladora de Capela deu um "jeitão" ao Chaves!


0 comentários
Farense 1-2 Chaves

O Desportivo de Chaves venceu o Farense, por 2-1, assegurando o triunfo na primeira parte do jogo da 34.ª jornada da II Liga e mantendo-se tranquilo na primeira metade da tabela.

Na deslocação ao outro extremo do país, os flavienses mostraram-se muito eficazes na primeira parte e, com golos de Luís Pinto (23') e Arnold (26'), chegaram a uma vantagem que o Farense, apesar do golo de Hernâni (50'), não conseguiu anular. O Desportivo de Chaves, que nos últimos seis jogos somou cinco vitórias e um empate, subiu dois lugares na tabela, ocupando agora o sétimo posto, com 53 pontos, a sete do terceiro classificado Penafiel, na segunda vaga de subida, enquanto o Farense é 11.º, com 46 pontos.

Com uma entrada forte, o Farense esteve várias vezes perto do golo: Hernâni (nove) e João Reis (13') criaram perigo, mas foi o avançado Clemente, que iniciou a época nos flavienses, a perdoar duas vezes na "cara" do guardião adversário, em apenas dois minutos (16' e 17'). O Desportivo de Chaves, até aí muito apático e praticamente acantonado no seu meio-campo, mostrou-se muito eficaz, marcando nas duas primeiras oportunidades, com o dianteiro Barry em foco, ao somar duas assistências para golo. Aos 23 minutos, assistiu Luís Pinto para este abrir o marcador e, três minutos depois, isolou Arnold, que sozinho perante Ivo não facilitou e aumentou a vantagem, acabando por sair lesionado na sequência do lance.

A equipa da casa "acusou" os dois golos e só voltou a criar perigo nos descontos da primeira parte, com Clemente a cabecear para grande defesa de Nuno Dias (45'), acabando por empatar já na segunda metade, por Hernâni (50'), de cabeça. O Farense arriscou nas substituições e acumulou peças ofensivas em campo, forçando uma segunda parte de enorme pressão, sem grandes resultados, sobre a equipa de Quim Machado, que foi aguentando as investidas algarvias e até conseguiu sair com perigo para contra-ataque.

Luís Pinto, em remate defendido por Ivo (64'), e Kuca, que isolado atirou incrivelmente ao lado (81'), estiveram perto do 1-3, enquanto a turma de Faro só dispôs de um momento perigoso, aos 79 minutos, quando um defensor flaviense tirou a bola em cima da linha num lance muito confuso.

Jogo no Estádio de São Luís, em Faro

Farense- Chaves, 1-2

Ao intervalo: 0-2

Marcadores: 0-1, Luís Pinto, 23'. 0-2, Arnold, 26'. 1-2, Hernâni, 50'.

- Farense: Ivo, Carlitos, Diogo Silva (Neca, 61'), Lameirão, Hugo Luz (Matias, 66'), Bilro, Nikola, Livramento (Adelaja, 46'), João Reis, Hernâni e Clemente

Suplentes: Ricardo, Matias, Jim Varela, Fábio Felício, Neca, Pedro Eugénio e Adelaja

Treinador: Antero Afonso

- Chaves: Nuno Dias, João Góis, Bura, Miguel Ângelo, Nélson, Siaka Bamba, Bruno Magalhães, Arnold (Mário Mendonça, 31', João Fernandes, 61'), Kuca, Luís Pinto (Sagna, 70') e Barry

Suplentes: Paulo Ribeiro, Ricardo Rocha, João Fernandes, Sérgio Organista, Bruno Moreira, Mário Mendonça e Sagna

Treinador: Quim Machado

Árbitro: João Capela (Lisboa)

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Bruno Magalhães (17'), Bilro (32'), Clemente (40'), Siaka Bamba (53'), Lameirão (67'), Barry (69'), Adelaja (75'), Matias (85') e Nuno Dias (88')

Assistência: Cerca de 1.500 espetadores.

Fonte: http://www.record.xl.pt/

Comments

0 comments to "Arbitragem manipuladora de Capela deu um "jeitão" ao Chaves!"

 

Copyright 2009 All Rights Reserved Blog Leões de Faro optimizado para 1280 x 768 px