quinta-feira, fevereiro 2

Farense quer subir de divisão e manter invencibilidade


2 comentários
A subida à II divisão é o grande objetivo do Farense esta temporada e o clube está até agora no caminho certo, sendo o único que, juntamente com o Benfica, continua invicto nos campeonatos nacionais de futebol.

A disputar a Série F da III Divisão, o histórico e centenário clube do Algarve, que entre as temporadas de 1990/91 e 2001/02 disputou a primeira divisão e qualificou-se para a Taça UEFA 1995/96, mas depois acabou por cair para os regionais, vive um momento positivo, como disseram à Lusa o treinador, Manuel Balela, e o capitão de equipa, Eduardo Barão.

“Desculpem-me os benfiquistas, mas Deus queira que o Benfica perca para continuarmos a ser os únicos [invencíveis], mas vamos ver. É uma enorme motivação para nós e, quando entramos no campo, não só queremos vencer o jogo pelos três pontos, mas também por este recorde, se assim se pode dizer, e para ultrapassar um grande nacional que é o Benfica”, afirmou o capitão.

A invencibilidade “funciona em primeiro lugar como motivação” e é um dos objetivos dos jogadores quando entram em campo, disse também o médio, frisando a importância psicológica de estar isolado na frente da tabela e representar um “ clube histórico, centenário e que no Algarve, e de Lisboa para baixo, tem uma mística inigualável”.

“O Farense é o Benfica da terceira divisão, todos querem ganhar ao Farense e nós vamos fazer tudo para ninguém o conseguir”, assegurou Eduardo Barão, que capitaneia um grupo “com um contentamento enorme” pelo alcançou até ao momento.

Mas o jogador não se deslumbra e sublinha que “uma das grandes forças do grupo é estar em primeiro, com uma vantagem grande, saber que nada está ganho” e “jogar apoiado por três a quatro mil pessoas e uma claque fantástica de cento e tal elementos, presente em casa e nos jogos fora”.

O técnico Manuel Balela, que já orientou o clube na sua penúltima época (2000/2001) na primeira divisão, mostra-se satisfeito com as 12 vitórias e quatro empates alcançados em 16 jogos, que permitem à equipa liderar a Série F com 40 pontos, mais 12 que o segundo classificado, o Fabril do Barreiro.

“A razão principal de o Farense estar invencível nesta altura é o plantel e como foi formado. Sou apologista que é da inteira responsabilidade de quem forma o plantel escolher os jogadores para atingir os objetivos, saber as suas qualidades e competências”, explicou o técnico, frisando que “os jogadores são os grandes responsáveis pela situação que se está a viver”.

Manuel Balela afirmou que “o objetivo principal para esta época é a subida de divisão” e o clube “está num caminho que permite chegar a esse objetivo”, mas lembrou que “ainda faltam 16 jornadas – seis desta primeira fase e 10 da segunda – e ainda não está ganho”.

O treinador considerou, no entanto, que o percurso realizado até agora “responsabiliza a ter o mesmo comportamento, atitude e solidariedade” para alcançar os objetivos.

“Estamos a defender um clube com prestígio ao nível nacional e só o facto de representarmos o Farense obriga-nos a que estejamos sempre motivados para atingir o objetivo final de subir de divisão e o imediato ir de jogo a jogo e ganhar os três pontos em disputa”, defendeu.

Comments

2 comments to "Farense quer subir de divisão e manter invencibilidade"

ALG disse...
5:55 da tarde

O Farense é uma equipa de prestígio a nível nacional, e é óbvio que todos querem derrubar-nos ainda mais que neste momento estamos invencíveis.

Mérito para a equipa e sobretudo para o Balela, pois tem colocado esta equipa a jogar sempre para ganhar os 3 pontos. Isto é futebol uma, equipa que quando marca um golo procura o segundo e assim sucessivamente.

Não se esconde por detrás de um resultado magro de 1-0 ou 2-1, procurando sempre uma margem que lhe dê conforto. O Plantel é bastante equilibrado com alternativas viáveis.

Como diz o Barão (capitão) o apoio da massa associativa e da claque é importante, pois normalmente em casa ou fora estamos quase sempre em maioria, só não concordo é quando diz que temos 3 ou 4 mil pessoas a apoiar.

Normalmente serão á volta de mil adeptos nos jogos em casa, mas pronto mais dois ou três mil não se nota a diferença ….. lol

Força rapazes

ALG

ADEPTO disse...
11:23 da tarde

A boa campanha resulta dum bom planeamento com os pés assentes no chão firme, dum saneamento financeiro em curso, duma entrega imensurável dos jogadores a um emblema mistico que irá ocupar o seu lugar de sempre caminhando o caminho sem atirar a toalha ao chão e sem desrespeitar os adversários, apoiado por uma massa associativa de muitos ressistentes e cada vez mais rejuvesnecida por adeptos muito jovens que seriam hipoteticamente mais felizes como socios do Manchester United, orientado por um treinador digno de ser general romano e com um fair-play próprio dum tão só jogo de football, porque a vida continua ao fim dos 90 minutos, numa irmandade cada vez mais consubstanciada num ADN original, que as troikas teimam em dividir.

 

Copyright 2009 All Rights Reserved Blog Leões de Faro optimizado para 1280 x 768 px