sábado, outubro 17

Júniores derrotados mas realizam boa partida


9 comentários
Ficha de Jogo  Sporting 2-0 Farense  Campeonato Nacional de JúnioresO Sporting venceu por 2-0 na recepção ao Farense, em jogo referente à 8.ª jornada do Campeonato Nacional de Juniores, zona Sul. Fonte: www.academia-de-talentos.com  Sporting 2-0 Farense  Júniores

A equipa leonina controlou a maior parte do encontro e poderia ter vencido com um resultado mais dilatado. Contudo, as iniciativas atacantes e as muitas oportunidades criadas não foram aproveitadas convenientemente pelos jogadores verde-e-brancos. Para mais, pela frente esteve uma equipa do Farense que procurou jogar de forma organizada e dificultar ao máximo a tarefa do Sporting. Na baliza algarvia esteve também um guardião muito inspirado e que realizou uma boa exibição, negando o golo aos donos da casa num punhado de ocasiões.

Desta forma, valeram dois golos de Alexander Zahavi. O extremo leonino desbravou o caminho rumo ao triunfo à passagem dos dez minutos, concretizando uma grande penalidade por si conquistada. O 2-0 aconteceu no segundo tempo, com Zahavi novamente em foco, a voltar a agitar as redes do Farense.

Equipas com sistemas tácticos idênticos

Tanto José Lima, técnico do Sporting, como Hassan Nader, timoneiro do Farense, construíram as suas equipas com o 4-3-3 como base.

Do lado do Sporting, João Figueiredo foi o guarda-redes, Cédric Soares tomou conta do lado direito da defesa, Greg Garza ocupou a faixa canhota e Nuno Reis formou dupla de centrais com Matheus Silva. Na zona intermediária, Afonso Taira jogou como médio mais recuado, com Luís Almeida e Zezinho como interiores. No sector atacante, Renato Santos, pela direita, e Alexander Zahavi, na esquerda, foram os extremos, com Henrique Gomes no centro. Fonte: www.sporting.pt  Sporting 2-0 Farense  Júniores

O Farense alinhou de início com uma defensiva composta pelo guarda-redes Zé, pelos laterais Raul, na direita, e William, na esquerda, e pelos centrais Calado e Pedro Gonçalves. No centro do terreno, Carlinhos e Pavel compuseram com Ruben o trio de médios, em apoio a uma linha ofensiva composta por Bruno e China, nas alas, e por Toni, no centro do ataque.

Sporting abre o marcador e desperdiça muitas oportunidades

Logo nos primeiros instantes foi possível ver o Sporting com mais posse de bola, mas essa supremacia não tinha correspondência em chegadas ao último terço do terreno. Aliás, numa das primeiras vezes que o Sporting chegou até ao interior da área contrária conseguiu mesmo festejar o tento inaugural.

Aos 9 minutos, Zahavi pegou na bola pela esquerda e cruzou para o interior da grande área, onde o defesa Pedro Fernandes tocou o esférico com o braço. O apito do árbitro António Taia soou, assinalando grande penalidade. Chamado a converter, Zahavi não falhou e colocou a sua equipa em vantagem.

Depois do golo e até ao intervalo, o Sporting gozou de muitas oportunidades para ampliar a vantagem, como veremos de seguida. Contudo, ora por inépcia dos jogadores sportinguistas ora por mérito do guardião do Farense, essas ocasiões não foram aproveitadas.

Aos 14 minutos Zahavi voltou a mostrar-se, com um remate de fora da área que saiu a escassos centímetros da trave dos algarvios.

Zahavi era um dos elementos mais em foco e, aos 17 minutos, cruzou para a área, onde o defesa Pedro Fernandes quase fazia auto-golo.

As oportunidades aconteciam a um ritmo cadenciado. Aos 20 minutos, foi a vez de Renato Santos criar perigo, após cruzamento de Luís Almeida. Valeu na ocasião o guarda-redes Zé, a negar o golo leonino com uma boa intervenção. Fonte: www.sporting.pt  Sporting 2-0 Farense  Júniores

Aos 27 e 28 minutos o Sporting gozou de mais duas ocasiões. Primeiro foi Henrique Gomes a corresponder a um cruzamento de Renato Santos e a atirar por cima. Depois foi o próprio Renato Santos quem tentou a sorte, novamente com Zé a realizar uma excelente defesa.

Henrique Gomes voltou a estar perto de marcar em dois lances seguidos, aos 37 e 38 minutos. Contudo, o ponta-de-lança viu o guarda-redes Zé voltar a brilhar na primeira ocasião e, na segunda, foi a trave que evitou o golo.

A última oportunidade da primeira parte aconteceu aos 40 minutos. Numa das suas incursões no ataque, Cédric Soares rematou de pé esquerdo e viu a bola sair muito perto do poste contrário.

Pois bem, o intervalo chegou pouco depois. Como se vê pelas linhas anteriores, o Sporting criou ocasiões suficientes para sair para o descanso com um resultado bem mais confortável, mas a vantagem leonina era apenas de um golo, alcançado de grande penalidade.

Sporting amplia aos 58 minutos

As duas mais flagrantes oportunidades do segundo tempo pertenceram ao Farense, que esteve perto de conseguir chegar à igualdade. A primeira aconteceu aos 51 minutos: João Figueiredo não conseguiu afastar a bola, depois de um cruzamento para a área, e esta sobrou para os pés de Rúben, que atirou por cima da baliza.

O Farense voltou a ameaçar aos 56 minutos, mas até foi na sequência de um erro da equipa leonina. Matheus Silva atrasou a bola para o seu guardião mas o passe saiu demasiado fraco e Toni quase aproveitava o erro alheio. Valeu João Figueiredo, que foi lesto a sair dos postes e a evitar o pior para as suas redes.

Depois destes dois lances de perigo para o Farense, o Sporting chegou ao segundo golo. Luís Almeida, sempre muito activo, apareceu no lado direito, chegou à linha de fundo, e cruzou rasteiro para o interior da área, onde Zahavi recebeu e rematou para o fundo da baliza algarvia pela segunda vez no encontro.

Este golo teve o condão de acalmar a partida. O Farense conseguia dar uma réplica interessante, ter alguma posse de bola, mas já não conseguiu voltar a criar perigo. Por seu turno, o Sporting controlava as operações e ainda teve mais dois lances de golo iminente, nos quais o guarda-redes Zé e a trave da baliza do Farense voltaram a ser protagonistas.

Aos 60 minutos, Luís Almeida combinou com Cédric Soares e este rematou para uma intervenção corajosa de Zé.

Cinco minutos depois foi José Lopes o rosto do perigo, num pontapé muito forte que esbarrou em cheio no ferro da baliza contrária.

Ainda faltava algum tempo para jogar, mas o ritmo do jogo abrandou e as oportunidades de golo foram-se extinguindo. Restava, pois, esperar pelo apito final, que veio confirmar a vitória leonina por 2-0.

Este foi o sexto triunfo do Sporting no campeonato. A turma leonina continua a perseguição ao líder Benfica, que nesta jornada foi vencer ao terreno do Real S.C. e continua com dois pontos de vantagem sobre os verde-e-brancos. Na próxima jornada o Sporting receberá o Nacional da Madeira.

O Farense, que há cerca de um mês havia sido derrotado por 9-0 pelo Benfica, saiu de Alcochete com um resultado bem mais leve e com a sensação de dever cumprido, uma vez que, com as suas armas, acabou por fazer um jogo positivo em Alcochete. Os algarvios ocupam a 14.ª posição, com 4 pontos conquistados. O próximo jogo do Farense será no seu reduto, diante do Belenenses.

DESTAQUES (Sporting Clube Farense):

Na equipa do Farense, os destaques começam logo na baliza. As referências feitas às defesas do guarda-redes Zé ao longo da crónica são uma prova da sua responsabilidade no magro resultado. De facto, Zé foi uma das grandes figuras do encontro e realizou algumas intervenções importantes, como as registadas aos minutos 20, 28, 37, 38 e 60.

O capitão Carlinhos e o camisola "10" Pavel foram duas presenças importantes no meio-campo, uma vez que trabalharam bastante ao longo da partida, cortando alguns lances do Sporting pela raiz e procurando esticar o jogo até ao ataque.

Nota ainda para Rúben, que teve nos pés a melhor ocasião da sua equipa, e para o ponta-de-lança Toni, muito aplicado e voluntarioso, sempre à procura de criar problemas aos centrais leoninos.

DECLARAÇÕES:

José Lima (treinador do Sporting Clube de Portugal):

“Fizemos uma muito boa primeira parte, com circulação rápida, a jogar bem e a pensar rapidamente. Estivemos mal em termos de eficácia e chegámos ao intervalo a vencer por apenas 1-0. Às vezes não se ganham jogos porque não se marcam golos.

Na segunda parte foi um pouco mais do mesmo. Continuámos a controlar o jogo, não tão bem jogado como na primeira parte, mas continuámos a falhar golos.

Quem não tenha visto o jogo, pode pensar que, pelo resultado, foi equilibrado, mas foi um domínio completo da nossa parte e só foi pena não termos sido mais eficazes.”


Luís Almeida “Kikas” (jogador do Sporting Clube de Portugal):

“O jogo ficou complicado. Penso que tentámos dar o nosso melhor, mas ficámos um pouco aquém daquilo que pode valer o Sporting. Não estivemos bem no capítulo da finalização, tivemos muitos golos perdidos e temos de rever isso durante a semana, para no próximo jogo tentarmos melhorar."

Hassan Nader (treinador do Sporting Clube Farense):

“Acho que, desde que peguei na equipa, foi um dos bons jogos que fizemos. Conseguimos trocar a bola, arriscar mais e rematar.

Temos muitos jogadores de primeiro ano, já mudámos de treinador, cerca de 80% da equipa foi renovada e isso complica um pouco o nosso trabalho. Contudo, estamos a melhorar e acho que hoje já conseguimos fazer coisas bonitas, mesmo contra uma equipa como o Sporting, que tem dos melhores jogadores que existem no país.”

Zé (jogador do Sporting Clube Farense ):

“Acho que jogámos bem, comparando com outros jogos que fizemos. Vínhamos para este jogo sabendo que o Sporting é uma equipa muito complicada, mas que poderíamos surpreendê-los. As duas equipas estão de parabéns.

Pessoalmente, penso que fiz um bom jogo, com algumas boas defesas. Talvez pudesse ter feito um pouco melhor, mas acho que foi bom. No início destes jogos há sempre um nervoso miudinho, mas com o decorrer do aquecimento vou ganhando confiança e fico mais tranquilo e tento sempre fazer o meu melhor durante os jogos.”

Fonte:

Texto : por João Miranda em http://www.academia-de-talentos.com

Comments

9 comments to "Júniores derrotados mas realizam boa partida"

Anónimo disse...
10:02 da manhã

Excelente resultado.So dois golos sofridos.Sao três pontos perdidos.....Satisfeito esta o Hassan....No fim do mês recebe o dele.

Anónimo disse...
10:10 da manhã

Pelos vistos o Sporting esteve que soar!! Um golo de panlty, e outro que o avançado do sporting tava claramente em posição Irregular.
Faz Parte.
Até para a semana.

Anónimo disse...
1:24 da tarde

"Satisfeito esta o Hassan....No fim do mês recebe o dele."

Então mas não está a custo zero?

Anónimo disse...
2:05 da tarde

pelo menos não foram 9!!!!!

Anónimo disse...
2:46 da tarde

realmente nao dao valor a nada dos miudos quero ver quantas equipas vao a alcochete so levar 2

Anónimo disse...
8:26 da tarde

Eu gostava era de saber porque é que a ginástica tem que diminuir os subsídios dos treinadores se os miúdos pagam para praticar, e no futebol os miúdos não pagam para jogar e o treinador ainda recebe e está tudo bem!

Gostava de saber onde é que a direcção vai buscar mais de 40 mil euros para pagar almoços,transporte,passagens de avião,arbitragens,luz para treinar e salários do Hassan.

Deixa-me adivinhar? A ginástica?!?!
ahahah que dificil de acertar...

Agora com a ginástica na miséria, quero ver onde é que vão buscar o dinheiro para este campeonato e o da próxima época!

Diz um anonimo que a ginástica dá prejuizo... com um campeonato destes para pagar, como é que pode dar lucro?!

Ex Atleta da Ginástica

Anónimo disse...
11:04 da tarde

acho que o hassam deve receber pois é o maior emblema do clube todos os treinadores recebem, e para mais o Farense deve muito dinheiro a este grande jogador.


FORÇA FARENSE FORÇA HASSAM

PEDRO MAIA

Anónimo disse...
11:26 da tarde

Concordo!

Vamos lá acabar com o raio dos juniores, e dos seniores.

Aliás vamos é acabar já com o futebol no clube.

Na próxima AG proponho que os atletas de ginástica, ex e actuais e os ex professores de ginástica, bem como os papás que retiraram os filhos do clube porque ficaram chateados por esta direcção ter arranjado o ginásio e ter gasto para cima de 5 mil euros nessas obras, apresentem essa proposta aos sócios.

O fim do futebol será o principio de um futuro grandioso para o farense.

Anónimo disse...
8:32 da manhã

O Farense,nunca mais voltara ao alto nivel do futebol nacional(Pobrezinho a nivel Internacional).Sejamos realistas.O Futebol no Farense acabou.O Farense hoje é um meio para que alguns continuem a ganhar algum.A juventude de hoje pouco lhe interessa o Futebol.Que tem o farense como passado para trazer investidores?Andamos aqui a discuitr um Farense que nao existe para além do nome.

 

Copyright 2009 All Rights Reserved Blog Leões de Faro optimizado para 1280 x 768 px