domingo, fevereiro 8

Júniores derrotados em Alcochete mas mantêm posição!


3 comentários



Sporting Clube de Portugal 3-0 Sporting Clube Farense.

Campeonato Nacional de Juniores - Zona Sul - 21º Jornada.

Data: Sábado - 07/02/2009.
Hora: 15:00.
Local: Campo nº1 da Academia Sporting / Puma - Alcochete.

Árbitro: Filipe Lascas.
Árbitros Assistentes: Valter Fortunato e José Lopes.

SPORTING CLUBE DE PORTUGAL: 1- Ruben Luís; 2- Cédric Soares (15- Renato Neto, 84´); 3- Pedro Mendes; 4- Nuno Reis; 5- Michael Santos; 6- Diogo Amado (Capitão); 7- Renato Santos (17- Alexander Zahavi, 73´); 8- André Martins; 9- Wilson Eduardo; 10- Diogo Rosado e 11- Henrique Gomes (18- Amido Baldé, 67´).
Suplentes não utilizados: 12- Victor Golas; 13- Greg Garza; 14- Luís Almeida e 16- Luís Oliveira.
Treinador: José Lima.
Director: Mário Lino.

SPORTING CLUBE FARENSE: 99- Zé; 2- Raul; 3- Jacó; 4- Oliveira; 5- Uva; 6- Pedro (14- Jorge Vale, 86´); 7- Vicente (18- André, 67´); 8- Tiago; 9- Relvas (16- Carlinhos, 86´); 10- Piçarra (Capitão) e 11- Álvaro.
Suplentes não utilizados: 1- Cristiano; 13- Afonso; 15- Ricardo e 17- Osvaldo.
Treinador: Miguel Serôdio.
Director: Manuel Martins.

Acção Disciplinar: Cartão Amarelo para André Martins (Sporting), 37´; Vicente (Farense), 45+2´; Wilson Eduardo (Sporting), 54´ e Cartão Vermelho para Diogo Rosado, 90+2'.
Marcadores: 1-0 Henrique Gomes (50´), 2-0 Wilson Eduardo (81´) e 3-0 Wilson Eduardo (87´).
Melhores em Campo: Diogo Amado (Sporting) e Piçarra (Farense).



Crónica:

No campo nº1 da Academia Sporting / Puma, defrontaram-se, na tarde de Sábado, as equipas de juniores do Sporting Clube de Portugal e do Sporting Clube Farense. Este confronto, a contar para a 21º jornada do campeonato nacional, opôs duas equipas com vontades muito distintas.

O Sporting apresentou-se num sistema de 4x3x3 muito ofensivo com um triângulo de vértice invertido no meio-campo, ou seja, com um médio mais defensivo e dois médios de características mais atacantes, mostrando, desde o início, que pretendiam vencer o jogo.

Por seu lado, o Farense apresentou uma estratégia mais cautelosa, jogando num aparente 4x3x3 que, durante quase toda a partida, funcionou como um 4x5x1, onde até o homem mais avançado no terreno tinha ordens para defender. Fazendo jus à expressão "colocaram dois autocarros na frente da baliza", o Farense apresentou, quase sempre, duas linhas bem definidas de 5 homens à frente do seu guarda-redes, procurando sempre mais não perder o jogo do que ganhá-lo.

O Sporting apresentou Ruben Luís na baliza, um quarteto defensivo formado por Cédric Soares à direita, Michael Santos à esquerda com Pedro Mendes e Nuno Reis na zona central. No meio-campo jogaram Diogo Amado, como médio mais defensivo, Diogo Rosado e André Martins, como médios ofensivos. Na frente jogaram Renato Santos à direita, Wilson Eduardo à esquerda e Henrique Gomes na zona central, sendo que, as permutas entre os três eram constantes.

O Farense jogou com Zé na baliza, uma defesa formada por Raul na direita, Uva na esquerda, Jacó e Oliveira mais ao centro. No meio-campo estiveram Vicente à direita, Álvaro à esquerda, e no centro jogaram Pedro, mais recuado, com Relvas e Tiago mais à frente. O homem mais adiantado, que nem sempre o foi, era o capitão Piçarra.

"Sentido único..."

Numa primeira parte pouco fértil em oportunidades de golo, couberam aos jovens leões todas as despesas do jogo. Só ao décimo segundo minuto de jogo se criou a primeira boa jogada do encontro. Tudo começou nos pés do inspirado Diogo Rosado que, de forma espectacular, abriu espaço para o seu colega Renato Santos ir à linha fazer um bom cruzamento a que Wilson Eduardo correspondeu com uma finalização deficiente.

Aos 14 minutos de jogo, André Martins, como que inspirado pelo que os colegas haviam feito dois minutos antes, tem uma excelente jogada individual que culmina num bom remate à baliza dos algarvios. Flectindo da esquerda para o centro, o jovem leão rematou com toda a intencionalidade, mas Zé teve uma boa intervenção, evitando o primeiro golo do Sporting.

Ao minuto 23, Diogo Rosado tem mais um momento de inspiração e após ultrapassar três adversários serviu Wilson Eduardo na perfeição, mas este voltou a não conseguir inaugurar o marcador, já que rematou contra um defesa do Farense.

Só ao minuto 33 a equipa do Farense fez a primeira jogada de algum perigo para a defesa do Sporting. Na sequência de um livre na linha do meio-campo, Raul decide lançar a bola directamente para a área do Sporting, a jovem defesa leonina efectua um primeiro corte de cabeça mas a bola sobrou para o capitão algarvio, Piçarra, que rematou de primeira, novamente, contra um defesa do Sporting.

Ao minuto 37, num lance aparentemente inofensivo, Cédric Soares envia a bola ao poste da baliza do Farense. Num remate de muito longe efectuado pelo lateral leonino, o guarda-redes algarvio, Zé, facilitou e foi por um triz que o Sporting não se adiantou no marcador.

Até ao final da primeira parte não existiu mais nenhum lance digno de registo. De referir ainda que o guarda-redes leonino, Ruben Luís, não efectuou qualquer intervenção em toda a primeira parte deste jogo.

"Os golos..."

Na segunda parte as equipas apresentaram-se com os mesmos jogadores. O que se alterou na segunda parte deste jogo foi, somente, o marcador.

Logo no quinto minuto da segunda parte, ou seja, ao minuto 50, o central Pedro Mendes faz um cruzamento muito largo, desde a linha de meio-campo, para uma primeira cabeçada de Wilson Eduardo, defendida pelo guarda-redes do Farense, mas, na recarga, Henrique Gomes aproveitou para inaugurar o marcador.

Aos 58 minutos de jogo, Cédric Soares tem uma boa incursão pela direita, efectua um óptimo cruzamento e Wilson Eduardo, livre de marcação, cabeceia ao lado da baliza de Zé.

Ao minuto 64, dá-se uma rara sucessão de passes entre jogadores do Farense que culmina com um pontapé de Pedro para fora.

Ao minuto 68, Wilson Eduardo tem uma excelente arrancada, passa por um adversário e remata forte para Zé brilhar, evitando aquele que seria um golo fantástico de Wilson.

No minuto 70 e após uma jogada individual de Piçarra, Álvaro remata forte mas a bola bate num defesa leonino e vai para canto. Foi a jogada mais perigosa dos algarvios em toda a partida.

Ao minuto 81, em jogada pela direita, Diogo Rosado aparece a cruzar com o seu pior pé, o direito, e após um falhanço incrível de Raul, que chutou tudo menos a bola, Wilson aparece solto de marcação e, desta vez, não perdoa, fazendo o 2-0 favorável aos leões.

Pouco tempo depois, mais precisamente no minuto 87, Diogo Amado mostra toda a sua garra e persistência ganhando uma série de ressaltos, a bola sobra para Wilson Eduardo que bisa no jogo e amplia a vantagem do Sporting no jogo.

Até ao fim pouco mais há a salientar, tirando a expulsão de Diogo Rosado, por vermelho directo, porque o árbitro considerou que este agrediu um adversário.

Num jogo pouco emocionante, valeram os três golos que premiaram a única equipa que procurou jogar futebol, nesta tarde, em Alcochete.

Declarações:

Miguel Serôdio (Treinador do Farense):

"Viemos tentar evitar que o Sporting pegasse no jogo no nosso meio-campo. Na primeira parte conseguimo-lo bem, na segunda parte não o conseguimos, porque é um pouco difícil para os jogadores aguentarem 90 minutos sem cometer erros. Tanto que todos os golos que sofremos vêm de erros infantis dos meus jogadores. Julgo que o resultado é um pouco pesado, mas com erros destes é complicado não perder."

José Lima (Treinador do Sporting)

"A equipa do Farense veio jogar ultra-defensivamente, durante todo o jogo não abdicou do aspecto defensivo. Na primeira parte acabaram por ser bem sucedidos, com várias oportunidades de golo falhadas por nós, mas na segunda parte marcámos e poderíamos ter marcado mais golos."

Fonte: Academia de talentos
Texto: Tiago Coelho.










Comments

3 comments to "Júniores derrotados em Alcochete mas mantêm posição!"

Anónimo disse...
10:37 da manhã

Joao, Está uma Cronica do Jogo no Sitie Academia de Talentos!

Arsenio disse...
9:23 da tarde

perder com o lider nada de anormal,continuem o Sporting nao é do "vosso" campeonato.continuem a lutar.

Anónimo disse...
10:16 da manhã

Melhor em campo pelo Farense foi o Piçarra?

Não admira, pois se alguns jogadores do Farense jogassem com o crer, a garra e a determinação como este miudo se entrega em todos os jogos, dificilmente perderiam jogos...

À semelhança, temos o Carlinhos, que tb tem muita garra e esforça-se muito em campo, mas este miudo tem jogado pouco, é uma mais valia para aquele meio campo!

Perderam por 3 bolas, ao intervalo estava 0-0, não foi mal, se atendermos que os 2 ultimos golos foram marcados já no final do jogo!

FORÇA MIUDOS!!!!!

 

Copyright 2009 All Rights Reserved Blog Leões de Faro optimizado para 1280 x 768 px