domingo, novembro 16

Querer sobrepôs-se a vantagem numérica!


2 comentários

O Farense voltou a não conseguir vencer no estádio Algarve, desta vez fazendo uma exibição recheada de falta de ambição, desconexão entre sectores, passes errados e nervosismo, situação que dará que pensar a quem assiste aos jogos sobre, o que trabalhará a equipa durante a semana nos treinos.

Respeitado o minuto de silêncio em memória de Mané, esperava-se que finalmente e frente a um adversário em claras dificuldades na tabela classificativa, o Farense assumisse as despesas do jogo e entrasse com "ganas" de resolver rapidamente o encontro, mas não foi isso que aconteceu. Um jogo lento e receoso, foi o que o Farense conseguiu oferecer aos seus associados. A defesa a trocar excessivamente a bola, capaz de desesperar o mais calmo dos espectadores, foi mais do mesmo, mais do que se já se havia visto nas partidas anteriores. Em duas semanas que Ivo dispôs para trabalhar a equipa não se vislumbraram quaisquer melhorias, pelo contrário, os jogadores parecem descrentes das suas capacidades e o treinador não parece estar a conseguir alterar essa descrença.

Numa primeira parte em que os primeiros 20 minutos foram para esquecer, foi a equipa do Quarteirense a primeira a criar perigo, num remate forte de fora da área que embateu na trave da baliza de Costa que estava batido. O Farense tentou reagir e Rui Graça dispôs de uma excelente ocasião na sequência de um canto, em que por duas vezes a defesa tirou a bola em cima da linha de golo. Pouco depois era assinalada uma grande penalidade a punir mão dum defesa de Quarteira sobre a linha de golo, este acto valeu-lhe a expulsão. Della Pasqua marcaria colocado mas Miguel numa excelente defesa negaria o golo aos locais. Chegaríamos ao intervalo com o nulo no marcador e o Quarteirense reduzido a 10 jogadores.

Para a segunda metade do encontro, Ivo fez duas alterações, retirando Edinho em tarde apagada e Hernâni que havia actuado a defesa direito. Entrou Everson e Bruno. O primeiro deu uma nova alma à formação da casa e não foi preciso muito para que numa jogada de envolvência pelo lado direito, Cannigia tirasse um cruzamento, Zé Nascimento enviaria a bola de cabeça à trave e na recarga Della Pasqua remataria para o primeiro golo do encontro, redimindo-se da penalidade falhada. O Quarteirense arriscaria tudo daqui para a frente, no entanto antes seria Bruno totalmente isolado a enviar a bola ao poste esquerdo da baliza de Miguel. O Quarteirense assenhorou-se do jogo, mesmo com menos um jogador conseguiu empurrar o Farense para a sua retaguarda. Desperdiçou excelentes ocasiões para empatar, como exemplo disso uma bola ao poste atirada pelo atacante de Quarteira quando só tinha Costa pela frente. Pouco depois reclamava-se grande penalidade na área do Quarteirense, por suposta mão do defesa visitante, de resto o lance não deixou dúvidas a ninguém, só mesmo à equipa de arbitragem. Num contra-ataque e já com pouco tempo para jogar Né é driblado e comete falta na área, lance que lhe valeu a expulsão. Markito não desperdiçou e enganou Costa empatando o encontro. O Farense totalmente "partido" não sofreu o segundo golo logo de seguida porque o atacante da equipa visitante desperdiçou escandalosamente à boca da baliza. O árbitro daria por terminado o encontro logo de seguida, ficando a ideia que se encontro tivesse mais uns minutos o Quarteirense traria os 3 pontos do estádio Algarve, tal o desnorte dos homens da casa.

O Farense volta a perder pontos em casa, mas pior que isso é não se vislumbrar colectivo, ver os anfitriões serem empurrados para a sua defesa em sua própria casa, em vantagem númerica e com uma equipa do fundo da tabela, demonstra bem que Ivo não estará a conseguir levar a equipa a bom porto.

Comments

2 comments to "Querer sobrepôs-se a vantagem numérica!"

Anónimo disse...
3:20 da tarde

mais 1 grande resultado do farense com o ivo soares que toda a gente intitula de "treinador" vá-se lá perceber...

Anónimo disse...
9:39 da tarde

Treinador escolhido por quem? Vão os dois embora, respeitem o clube. há e não deixem o reina pra traz!!!

 

Copyright 2009 All Rights Reserved Blog Leões de Faro optimizado para 1280 x 768 px