sábado, maio 26

Moncarapachense 0-0 Farense


2 comentários
Campo da Torrinha em Moncarapacho Moncarapachense 0-0 Farense
Tarde de céu nublado
Pelado em razoáveis condições
Cerca de 450 espectadores


Onze inicial

Sérginho, Guiné, Hernâni, Arlindo, Clemente, Casaca, Paulo Jorge, Jeremias, Galinha, Athos, Igor

Jogaram ainda

Paulinho, Tiago Grosso, Luís Carvalho

É mau quando se começa qualquer tipo de crónica falando de arbitragem, a arbitragem deveria passar despercebida num jogo, mas quando afecta uma partida de forma a poder influenciar o seu resultado, torna-se na maior parte das vezes o tema principal das conversas. O árbitro Paulo Ramos a cerca de 10 minutos do final da partida, num lance em que Galinha se isolou pelo centro do terreno, driblou o guarda-redes do Moncarapachense, e se preparava para chutar para a baliza deserta, interpretou que Galinha ao ser derrubado pelo defesa da equipa da casa para evitar a todo custo o golo, estaria a simular a falta. Por isso mostrou um cartão amarelo ao avançado Farense. Ora bem sr. Paulo Ramos, alguem no seu perfeito juízo com uma baliza "escancarada" à sua frente simularia uma grande penalidade quando bastaria empurrar a bola para o fundo das redes? O sr. Paulo Ramos desejou ser a estrela da tarde, pelas piores razões, felizmente actua na 2ª divisão distrital, onde a sua visibilidade é mínima.

Passando ao jogo em si, foi uma partida bem jogada a espaços, com alguns lances de perigo paraHernâni efectua o corte ambas as balizas, e em que os "amadores" de ambas as equipas mostraram o seu profissionalismo, lutando com brio e raça num jogo em que nada se disputava a não ser a honra.
O Farense entrou bem na partida, a criar perigo por Galinha num remate à meia volta, a que o guardião Zé da Avó, em tarde de excelente exibição se oporia como de resto faria durante toda a partida. Igor ainda na primeira metade da partida cabecearia à trave. Na segunda parte, o Moncarapachense "acordou" e esteve à beira de marcar por duas vezes, colocando também uma bola no poste da baliza de Sérginho. O Farense podia ter no entanto ter resolvido o encontro quando voltou a enviar outra bola à trave, na marcação de um livre a bola desviou na barreira, obrigando o guarda-redes do Moncarapachense a defender para a trave. Antes do final o Farense voltaria a criar perigo mas estava escrito que o Farense não venceria em Moncarapacho.

Resultado que se ajusta ao que se passou no encontro, sendo de salientar mais uma vez a entrega de ambas as equipas.

Comments

2 comments to "Moncarapachense 0-0 Farense"

Anónimo disse...
4:09 da tarde

Epá, gostei dakela parte "CAMPEÕES, CAMPEÕES", parecia a rúbrica "Tesourinhos deprimentes" do Gato Fedorento. Quem te viu e quem te vê.

JoaoC disse...
1:00 da manhã

Isso é tudo dôr de corno? São campeões sim, quem os viu lutar sabe que são, estes não há dúvida, de outros que só jogam por amor ao dinheiro não se pode dizer o mesmo.

 

Copyright 2009 All Rights Reserved Blog Leões de Faro optimizado para 1280 x 768 px