domingo, março 9

Farense vence na Covilhã jogando 51 minutos reduzido a 10 jogadores!


2 comentários
Sp. Covilhã 0-1 Farense

Um golo apontado por Hernâni, aos 16 minutos, permitiu ao Farense vencer por 1-0 no reduto do Sporting da Covilhã, que não ganha há nove jornadas, em encontro da 33.ª ronda da II Liga.

Os algarvios marcaram cedo, mas ficaram em inferioridade numérica aos 38 minutos, por expulsão de Joshua, e tiveram de recuar no terreno. Os leões da serra assumiram as despesas do jogo, mas faltou discernimento para bater o inspirado Ivo. Logo no primeiro minuto, o Covilhã, por intermédio de Báta, criou perigo, mas Ivo aliviou com os punhos. Livramento respondeu, cinco minutos depois, com um remate por cima, e, pouco depois, Carlitos obrigou Haghighi a defender com o peito. O serrano Massaia, de livre, ainda atirou perto do poste, mas, aos 16 minutos, o Farense inaugurou o marcador. Hernâni, também de livre, ainda longe da área, bateu Haghighi, com um remate em arco, numa altura em que os algarvios tinham mais posse de bola.

Os leões da serra souberam reagir e Báta, servido por Tiago Martins, quase empatou, quando o Farense já estava recuado no seu meio-campo. Ao minuto 36, foi Carlos Manuel a ganhar um ressalto e a obrigar Ivo a defesa apertada, junto ao poste. Ainda antes do descanso, o Farense ficou reduzido a dez jogadores, após expulsão de Joshua, por acumulação de amarelos. No segundo tempo, o Sporting da Covilhã passou todo o tempo a atacar e o Farense limitou-se a defender.

Embora constantemente a rondar a área dos algarvios, os serranos mostraram grande dificuldade em furar a povoada defensiva adversária e, na maioria dos casos, falhava o último passe. Aos 54 minutos, Báta atirou por cima, aos 59, Kakuba também assustou e, 10 minutos depois, o ugandês obrigou Ivo a defender para canto. No minuto seguinte, o pontapé acrobático de Amian saiu por cima da barra.

O Farense só voltou a criar perigo aos 84 minutos, por Hêrnani, num cabeceamento para fora. Insistentes, os "leões da serra" continuaram a atacar, com vontade, mas falta de discernimento. Ao minuto 88, Báta, sozinho frente a Ivo, esteve à beira do empate, só que o guardião, autor de grande exibição, travou o cabeceamento e segurou a vitória dos algarvios.

Jogo no Complexo Desportivo da Covilhã

Sp. Covilhã-Farense, 0-1

Marcador: 0-1, Hernani, 16 minutos

- Sp. Covilhã: Alireza Haghighi, Gilberto, Edgar (Amian, 67'), Joel, Kakuba, Massaia, Tiago Martins, Kizito, Carlos Manuel (Samuel, 85'), Gui (Rocha, 77') e Báta

Suplentes: Igor, Janício, Rocha, Samuel, Diogo Gaspar, Amian e Soares

Treinador: Francisco Chaló

- Farense: Ivo, Carlitos, Diogo Silva, Lameirão, Joshua, Bilro, Nikola, Livramento (Eugénio, 46'), João Reis (Jim, 90'+2), Hernani e Clemente (Adelaja, 79')

Suplentes: Bento, Marcelo, Jim, Fábio Felício, Neca, Eugénio e Adelaja

Treinador: Antero Afonso

Árbitro: Jorge Faustino (Leiria)

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Kizito (24'), Joshua (33' e 38'), Joel (83') e Ivo (90'+1). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Joshua (38')

Assistência: Cerca de 300 espetadores.

Fonte: http://www.record.xl.pt/

Comments

2 comments to "Farense vence na Covilhã jogando 51 minutos reduzido a 10 jogadores!"

Viriato disse...
11:05 da manhã

Uma vitória difícil num contexto ainda mais difícl e conseguida a muitos kms de Faro.
Estive lá a assistir a os SS, mais uma vez, conseguiram marcar presença calando o muito público covilhanense.
À vitória SC Farense!!!

ADEPTO disse...
1:43 da tarde

Se tivéssemos usado esta atitude e rigor tático no inicio do campeonato, como têm feito os lideres deste campeonato altamente competitivo,estaríamos por certo a discutir a subida par a par.Afinal temos equipa para subir de divisão,veja-se que ainda o campeonato não acabou e um jogador e o treinador já lá estão......(ironia das ironias),só faltam os outros restantes e o emblema,voltar ao lugar que merecem. Ok o jogo não foi bonito,mas os três pontos faziam-nos muita falta e nem o ar juncoso do relator da rádio da cova da beira,suja a nossa vitória sobretudo que entre outras adversidades jogámos com dez a maior parte do jogo.Estamos todos de parabéns, mas um apreço especial pelo Prof Antero que diz sempre presente,não regateando esforço e empenho a este emblema que é nosso,que tal como há um ano no jogo com o fofo,operou o grito do"ipiranga",calando aqueles que há semelhança de alguns que no jogo como União há oito dias chamavam nomes aos nossos jogadores e presidente( mesmo atrás do banco),mas que não sabiam onde o Farense jogava aquando do distritais....farenses a part-time que parece quererem fazer renascer a famigerada "formiga branca" corrossiva e nada construtiva.

 

Copyright 2009 All Rights Reserved Blog Leões de Faro optimizado para 1280 x 768 px