sexta-feira, janeiro 15

Farense não tem «qualquer viabilidade» sem apoio da Câmara de Faro


3 comentários
"O Sporting Clube Farense poderá ficar sem «qualquer viabilidade» a curto prazo, caso o dinheiro que foi protocolado com a Câmara de Faro não entre nos cofres do clube.

O aviso foi dado pelo presidente do clube António Barão, na Assembleia Geral Ordinária que decorreu ontem à noite, onde revelou também que o clube ainda não recebeu da autarquia a verba relativa a 2009, que ascende a cerca de 100 mil euros.

Apesar de a assembleia ter servido apenas para aprovar as contas das épocas 2007/08 e 2008/09, o que aconteceu por unanimidade, António Barão fez um ponto da situação aos cerca de 40 sócios presentes.

«O clube está mal e vai ficando cada vez pior. Quando viémos para cá, tínhamos um projecto, com apoios protocolados. Contávamos com essa verba, mais algum dinheiro que pudessemos angariar em donativos», explicou.

«Até Novembro tínhamos tudo [da parte da Câmara]. Neste momento temos zero», acrescentou.

Os protocolos de apoio às colectividades por parte da autarquia farense serão hoje discutidos numa reunião entre o executivo e os clubes, depois da qual António Barão prometeu informar os sócios.

Ainda segundo o responsável máximo pelo farense, a autarquia pagava ao clube mensalmente uma verba de 4800 euros «pela utilização do Estádio» e de 4100 euros, «pela utilização do pavilhão». Verbas dadas pelo «serviço público» que o clube presta, na promoção do desporto e na formação.

Neste momento, afirma António Barão, o clube não tem liquidez para pagar a jogadores e funcionários, nem para outros encargos básicos. «No jogo contra o Fabril fizémos 300 euros na bilheteira. Só o árbitro custa 500 euros e a polícia 240», ilustrou.

«Com 25 mil euros por mês, ponho o clube a funcionar», garantiu. Mas sem o dinheiro protocolado, o clube depende dos beneméritos, que acabam por ser quase sempre os mesmos.

Apesar de não ter feito o ponto de situação sobre o processo de venda do Estádio de São Luís, o presidente do Farense garantiu que o objectivo da sua equipa «é resolver e não deixar andar, como outras direcções. Se nos disserem que não há hipóteses [de vender o Estádio], viremos logo aqui para os sócios decidirem o que se fará», assegurou.

«Esta questão do estádio arrasta-se há quatro anos. Antes, havia terrenos e não compradores. Agora temos compradores interessados e parece que não há terrenos», desabafou.

«Já solicitei uma reunião muito séria com o presidente da Câmara Macário Correia», acrescentou. "

No que diz respeito à venda do Estádio de São Luís, António Barão preferiu não fazer mais comentarios até reunir com o presidente da Câmara de Faro, Macário Correia, para determinar quais os terrenos que fazem parte do património do clube.

Comments

3 comments to "Farense não tem «qualquer viabilidade» sem apoio da Câmara de Faro"

rodriguesdidier disse...
10:32 da manhã

foi aqui neste blog que no principio da época se dizia que a Câmara nao ajudava o Farense.Eu contestei o que se dizia e agora como sempre a verdade vem ao de cima.A Câmara financia à altura de cem mil euros,como se pode ler.O Farense esta mal financeiramente porque nao consegue trabalhar a juventude,preferindo contratar jogadores e pagar no lugar de desenvolver a formaçao.E necessario apostar na juventude,valorizando-os responsabiliza-los e isso so se faz com pessoas que trabalham ou trabalharam na formaçao.Os comentarios que aparecem com este nome sao todos meus.Arsenio.

rodriguesdidier disse...
5:57 da tarde

vinte e cinco mil euros por mês?So quem da despesas ao clube sao os ordenados e os Juniores e os arbitros quando recebmos;pelo que vejo a Camara da dinheiro ao Farense para a utilizaçao do Estadio e pavilhao;essas despesas sao assumidas pela caâmara.

João disse...
12:00 da manhã

Não é só o Farense que depende do apoio da Câmara, para não percorrermos o país basta que a Câmara de Faro aprenda com a de Olhão e Portimão. Acho que o Engº Macario Correia pelo que já se viu não quer apoiar o Farense, arranjar desculpas como por exemplo, em reuniões tidas a semana passada com associações que nada têem a ver com o Futebol e dizer que o mal foi a Ambifaro ter comprado algumas acções do Farense, uma coisa que aconteceu há cerca de 12 anos, será uma desculpa de mau pagador. Será mais honesto da parte do Engº Macário dizer, que não gosta de Futebol e tem um especial prazer pelo ciclismo. Quanto ao disco já riscado, de que a Câmara não tem dinheiro, não tenho conhecimento que após a tomada de posse do Engº Macário, a Câmara tenha sido assaltada.

 

Copyright 2009 All Rights Reserved Blog Leões de Faro optimizado para 1280 x 768 px