domingo, abril 5

Estádio de São Luís no mercado a partir de segunda-feira


0 comentários
O Estádio de São Luís vai voltar a estar a leilão a partir de segunda-feira. À segunda tentativa, o Farense, que faz depender da venda do imóvel o seu futuro, oferece uma área comercial bem maior do que da primeira vez em que colocou o estádio no mercado.

Além de ver a área de construção autorizada pela Câmara aumentar - área total de construção passou dos 35 para mais de 44 mil metros quadrados - o clube de Faro também associou novas parcelas ao concurso, uma delas cedida pela autarquia.

Assim, além do estádio em si, estão igualmente à venda a parte do ginásio-sede que albergava o consultório do médico Veloso Gomes e garagens e o passeio junto à fachada do estádio que dá para a Ermida de São Luís, no largo com o mesmo nome.

Recentemente, a volumetria de construção naquele terreno foi alterada pela autarquia. Agora, em vez dos três mil metros quadrados originalmente destinados a comércio, está prevista uma zona dedicada a «comércio, serviços, escritórios e lazer» de 20.769 metros quadrados, revelou sexta-feira ao final da tarde o presidente do Farense Gomes Ferreira.

Em compensação, a área destinada à habitação diminui, bem como o número máximo de fogos permitidos. Quem comprar o terreno do São luís compra igualmente direitos de construção de 23.866 metros quadrados, com um limite máximo de 216 fogos.

Ao nível do estacionamento, poderá ser construída uma unidade subterrânea com uma área total de 25.400 metros quadrados.

Os interessados em apresentar uma proposta para a compra do estádio terão de levantar a documentação com todas a s informações necessárias na sede do Sporting Clube Farense, pelo preço de 300 euros. A base de licitação é de 15 milhões de euros.

A partir daí, podem licitar, desde que o façam «em carta fechada e lacrada», dirigida ao presidente da comissão encarregue da venda do São Luís Aníbal Guerreiro. Estas propostas podem ser enviadas até dia 4 de Maio.

No dia a seguir, 5 de Maio, às 18 horas, serão abertas todas as propostas, numa sessão que decorrerá na sede do clube e onde todos os licitadores deverão marcar presença.

Aqui, «será aberta nova licitação entre os autores das três melhores propostas» e vendido o Estádio a quem der o valor mais elevado neste novo leilão. Caso não seja ultrapassado o valor da melhor licitação selada, será o autor desta última a ficar com o estádio.

Assim que a venda seja adjudicada, o comprador terá de pagar à cabeça 5 por cento do valor total da proposta. Os restantes pagamentos ficarão estipulados num contrato de promessa de compra e venda a ser acordado por ambas as partes.

Caso consiga vender o imóvel, algo que Gomes Ferreira garantiu ter esperança de que venha a acontecer, o Farense vai avançar para a assinatura da acta final do Procedimento Extra-judicial de Conciliação que encetou para pagar as suas dívidas.

O valor destas ainda não foi totalmente apurado, pois «há que ter em conta os juros e eventuais perdões». Ou seja, só mesmo na hora de assinar a acta é que se saberá.

«Queremos resolver o nosso passado e projectar o futuro», garantiu o presidente do Farense.

Fonte: Barlavento Online

Comments

0 comments to "Estádio de São Luís no mercado a partir de segunda-feira"

 

Copyright 2009 All Rights Reserved Blog Leões de Faro optimizado para 1280 x 768 px