domingo, março 15

Regresso ao São Luís inspira Norberto!


15 comentários

No regresso ao São Luís por impossibilidade da utilização do Estádio Algarve, o Farense recebeu e venceu a formação do Lusitano de Évora por 3 a 1, numa boa partida de futebol, bem disputada, em que não faltaram lances de perigo junto das balizas.

O Farense vinha de uma pesada derrota na semana transacta e procurava regressar aos bons resultados que vinha fazendo até à sua última deslocação ao Barreiro. O Lusitano já sem hipóteses matemáticas de ficar entre os 6 primeiros procurava amealhar pontos que lhe permitissem manter-se numa posição cimeira, preparando-se para disputar a fase de descida com algum conforto pontual. As equipas entraram dispostas a lutar pelo resultado e foi possível ver boas jogadas de desenvolvimento atacante de ambos os conjuntos. Perto do primeiro quarto de hora Barão efectuava um cruzamento para a cabeça de Bruno no centro da área, este falhou o cabeceamento e ao segundo poste aparecia Pintassilgo a cabecear ao ferro da baliza de Rato. Era o primeiro lance de real perigo do encontro e estava dado o mote. Daqui para a frente as situações de perigo iriam-se suceder. Aos 20 minutos, Justo pela ala direita consegue cruzar rasteiro e aparece Bruno à boca da baliza a chegar ligeiramente atrasado não conseguindo inaugurar o marcador. Cerca da meia hora de jogo o árbitro Armando Branco da A. F. de Lisboa, transformaria uma grande penalidade num livre à entrada da área favorável ao Farense. Na marcação Cannigia enviava a bola de novo ao poste da baliza de Rato. A partir desta altura o Lusitano conseguia equilibrar a meio campo, acertando marcações, e soltava-se no ataque. A 10 minutos do intervalo, Manuel do Carmo rematava em arco para a defesa da tarde de Gonçalo. Pouco depois era Sebastien a desenvencilhar-se de Arlindo mas Gonçalo a sair bem e a impedir que o Lusitano inaugurasse o marcador.

A segunda parte iniciou-se na mesma toada com que havia terminado a primeira, o Lusitano em rápidos contra-ataques punha em sobressalto a defesa Farense. Aos 10 minutos Manuel do Carmo faz um autêntico disparo de fora da área a dar a ilusão da bola ter entrado. Pouco depois era Rui Mesquita a atirar para mais uma boa defesa do guardião farense. Aos 22 minutos da etapa complementar, num lance aparentemente sem perigo, Wílson faz um corte de cabeça a meio campo na direcção da baliza contrária, há uma hesitação entre os dois defesa centrais do Lusitano aproveitando-se disso Norberto que isolando-se, concluíu de cabeça à saída de Rato aproveitando o ressalto em balão que veio do corte do seu colega. A bola foi ao centro do terreno e já o Lusitano fazia nova investida, Sebastien isolava-se e tentava o chapéu a Gonçalo, a bola sairia no entanto ao lado. De seguida era o Farense a criar perigo, numa assistência de Cannigia a isolar Justo, Rato a ter uma boa intervenção. A cerca de 15 minutos do final do encontro, Justo desmarca Norberto, este dribla o defesa contrário e atira a contar fazendo o segundo do Farense e da sua conta pessoal. A 5 minutos dos 90, Della Pasqua de grande penalidade aumentava para 3 a 0, numa falta a punir mão de um atleta alentejano na sua área. No último lance do encontro o árbitro assinalaria nova grande penalidade, desta vez a punir falta de Hernâni sobre Sebastien. O lance deixou no entanto sérias dúvidas, dando a impressão que o atleta do Lusitano se terá atirado para a "piscina". Manuel do Carmo é que não teve dúvidas e batia Gonçalo fazendo assim o tento de honra da sua equipa.

Resultado justo numa boa partida de futebol, o Farense foi mais equipa e soube aproveitar os erros da equipa contrária. O Lusitano mostrou ter um bom conjunto, e só pode queixar-se de si próprio, pois criou ocasiões suficientes para levar de Faro outro resultado que não este.


Comments

15 comments to "Regresso ao São Luís inspira Norberto!"

Nuno disse...
6:23 da tarde

Se a 1º fase acabasse agora ficavamos a sete pontos da subida (cova da piedade).Mas ainda falta uma jornada,ainda podemos reduzir a diferença.E mais,talvez estejamos neste momento a jogar o melhor futebol da nossa serie, ao contrario dos nossos principais oponentes,que parecem estar a perder gás.Se encararmos a 2º fase como fizemos com o final da primeira,ainda poderá acontecer algo engraçado.

Anónimo disse...
7:59 da tarde

Será bom o Farense pensar em subir para escalões que representam mais despesas, sem resolver o problema do passivo?

Não será melhor o Farense ir subindo (tentando) de forma sustentável, para que não aconteça chegar lá acima e novamente sofrer uma grande queda, por falta de sustentabilidade financeira?

Caso o Farense tenha as suas finanças equilibradas e seja um clube (SAD?) rentável, então retiro o que disse.

Anónimo disse...
9:17 da tarde

Se O Farense Nao SOube Este ano!! Acho q o Farense Acaba Meu Amigo!! x)

Anónimo disse...
9:30 da tarde

FORÇA FARENSE ! ESPERO SER CAMPEÃO ESTE ANO! TUDO DEPENDE DE NÓS NO APOIO AOS NOSSOS JOGADORES!

CARREGA

Anónimo disse...
10:18 da tarde

Ò Nuno se o campeonato acabasse agora se não houvesse 2º fase ficavam era a 15 pontos da subida 54-39=15

Anónimo disse...
12:16 da manhã

A sobrevivência do Farense não depende da subida. Enquanto os problemas financeiros não se resolverem de pouco adianta subir pq não há dinheiro para um plantel profissional..

Anónimo disse...
1:45 da manhã

Seja qual fôr a situação económica do clube o objectivo tem que ser sempre subir de divisão! O estádio de S.Luís em breve vai ser posto novamente à venda e espero bem que seja desta que se resolva este grande jogo de interesses e que o único benefiado com este negócio seja o SPORTING CLUBE FARENSE,espero que as pessoas responsáveis por a actual situação em que o clube se encontra já tenham demasiado peso na consciência e não caiam novamente na tentação de porem algum ao bolso.


Pedro G.

arsenio disse...
8:02 da manhã

E com grande alegria que revejo o Farense a jogar no S.LUIS Estadio onde ainda joguei quando era juvenil e junior nos anos 71 a 74.Parabens por mais uma vitoria aos jogadores e equipa tecnica;a subida vai ser muito dificil.Li os comentarios e penso que alguns sao justos se nao conseguirmos normalizar a situaçao financeira,é como contruir uma casa sem alicerces.Mas tenho esperança que com a ajuda dos Farenses recontruiremos o Farense.Era bom que o Velhinho S.Luis encontrasse um investidor.

SamM disse...
9:53 da manhã

Ontem ao assistir a este jogo no velho S. Luis, e apesar de já o ter feito muitas vezes esta época, fiquei com uma sensação de nostalgia, tristeza e vontade de inverter o futuro que está traçado. Vai ser uma grande perda para o Clube abandonar o recinto para sempre, o qual dará lugar a mais betão, como única via para a sobreveivência do Farense.

Anónimo disse...
11:03 da manhã

Grande vitória do Farense no velhinho S. Luís.
Acho difícil a subida, mas enquanto há vida há esperança.
O que interessa agora é ganharmos ao Silves e, depois na 2ª fase, vivermos a vitória jogo a jogo.
As contas fazem-se no fim.
Na actual situação e, com perspectivas de efectivação da venda do estádio, era bom estarmos colocadoa na 2ª divisão.

F. Neves

Anónimo disse...
12:50 da tarde

Esta gente nem o sabor de uma vitória sabe apreciar!! Mas vocês será que são mesmo Farenses?? Mais parecem uma constante oposição de critica fácil e constatação dos erros, sem no entanto apontar alternativas ou construir algo de positivo. Aliás, nem conseguem apreciar os momentos felizes do clube...é com grande infelicidade que vejo a mesma gente mesquinha em torno do grande FARENSE

arsenio disse...
3:24 da tarde

Anonimo das 12.50 se aqui a alguem que nao parece ser Farense é voce,parece-me que tem dificuldades de compreensao ou de leitura;diga la quem nao esta contente destes comentarios ate ao seu,reagi porque nao posso ler o seu comentario;nao sei que idade tem talvez seja por isso ou é muito jovem ou é senil;das duas uma,nao estou a insulta-lo simplesmente revoltado.

Anónimo disse...
4:53 da tarde

Foi com muita alegria que os Farenses receberam o seu clube no seu estádio...
Foi com muita alegria que tal como em muitas outras tardes, apanhei aquele sol na bancada sul, que até deu para queimar um pouco as pestanas...

Quanto ao jogo:

1º confesso que sempre fui céptico, quanto as constantes alterações de treinadores, e não acreditei que o Sr.Barão fosse o comandante que o nosso barco precisava. O que é certo é que a equipa técnica, e os jogadores estão de parabéns, visto que temos conseguido tirar partido das opções que temos. Apesar de não concordar com uma ou outra opção técnica, é certo que depois dos resultados aparecerem, estão também a surgir boas exibições com futebol, as vezes, melhor que muitos jogos da primeira liga; refiro-me ao jogo contra o Lusitano de Évora, Louletano e a tremenda exibição contra o Cova da Piedade.

2º Fui ver o jogo a Évora na primeira volta, jogo que para mim marcou uma mudança de atitude na equipa e nos seus responsáveis. A equipa pratica o futebol que pode, sem invenções, simples e por isso bonito, e o nosso técnico também não inventa substituições malucas, nem arriscadas....Nesta divisões secundarias a segurança e a capacidade de entre ajuda são os 2 factores mais importantes para o êxito.


3ºÉ triste, que as receitas de bilheteira nada ajudem a equipa, pois nem um cêntimo desta receita reverte a favor da nossa Equipa.


A vitoria Farense!!! À Vitoria!!!


Nuno Martins

Anónimo disse...
8:46 da tarde

anónimo das 12:50, fui eu que lancei a dúvida da sustentabilidade financeira do Farense e tive o cuidado de o fazer com o maior respeito, sou farense, sócio e nascido em Faro. Tenho pena que você não tenha capacidade de dialogo, o Farense é importante demais e merece ser discutido com seriedade e pés bem assentes na terra, não conte comigo para esse tipo de dialogos destrutivos.

Ferreira disse...
11:50 da manhã

achei curiosa a apreciação do reportr Marcelino Viegas a dizer que estavam mei duzia de pessoas no estádio. Não eram muitos mas creio que seriam 1000 a 1500.

 

Copyright 2009 All Rights Reserved Blog Leões de Faro optimizado para 1280 x 768 px