domingo, fevereiro 8

E a vitória ali tão perto...


4 comentários

Os festejos do segundo tento do Farense, apontado por Bruno
O Farense deslocou-se esta tarde ao municipal de Loulé tendo conseguido um empate frente aos profissionais do Louletano, resultado que todavia soube a pouco para a equipa da capital algarvia, visto que o golo da igualdade surgiu no último lance do encontro numa bola parada.

A equipa de Faro ao contrário do que seria de esperar até entrou melhor no encontro tendo feito o primeiro remate da partida logo ao segundo minuto, da autoria de Nascimento, em que a bola saíu pouco por cima da trave dos da casa. Pouco depois seria Carlos Neves, o defesa central farense a pontapear a bola ao lado.
A primeira vez que Gonçalo foi posto à prova foi à passagem do 10º minuto, num cabeceamento de Idalécio, o veterano central de resto teve parte muito activa no encontro sempre correspondendo bem nas bolas aereas. Pouco depois era Anselmo a desperdiçar uma clamorosa ocasião, quando a bola sobrou para os seus pés e este sozinho perto da pequena área de Gonçalo a rematar enrolado para uma boa defesa deste. A partir desta altura, as equipas encaixaram uma na outra, e durante algum tempo a bola pouco andou perto das balizas, sendo que só à meia hora de jogo, Norberto tiraria um cruzamento da direita o guardião Louletano não segurou e Zé Nascimento ao segundo poste, surpreendido pela falha, atiraria ao lado. No último lance da primeira parte, Pintassilgo entraria na área sendo rasteirado sem margem para dúvidas, grande penalidade assinalada favorável ao Farense, e o defesa Louletano a ver o segundo cartão amarelo e consequente expulsão. Pintassilgo não desperdiçaria e atirava a contar. O Farense chegava na frente ao intervalo.

Na segunda parte, a equipa da casa ainda que reduzida a 10 unidades tentou pegar no jogo, mas só aos 15 minutos Idalécio de novo de cabeça voltava a pôr Gonçalo à prova. O farense jogava em contra-ataque e num lance bem delineado, Justo acabado de entrar, descaído para a esquerda, cruzava para Bruno no centro da área a atirar a contar. O Farense surpreendia somente aqueles que não se deslocaram ao municipal de Loulé. No entanto pouco depois a reacção esperada da equipa da casa, após uma falha de Arlindo e Hernâni, Anselmo isolou-se e não teve dificuldade em bater Gonçalo. O Farense desestabilizou-se um pouco e o Louletano não empatava em 2 lances consecutivos por muito pouco. No primeiro Wílson cortou para canto num lance acrobático, no segundo foi mais uma vez Idalécio a cabecear desta vez ao lado do poste direito de Gonçalo. Aos 77 minutos, um dos lances importantes do encontro, Justo desmarcado na direita assistia Norberto, que em frente à baliza e já com o guarda-redes louletano fora do lance atirava ao poste. Foi uma perdida escandalosa e que poderia ter acabado com o encontro. Pouco depoisO lance do golo do empate do Louletano em que Gonçalo parece ser carregado em falta numa entrada infantil, Davide Justo que já tinha visto um cartão amarelo veria o segundo e a ordem de expulsão. Foi o toque de despertar para o Louletano que em equilíbrio de forças veio para a frente, no entanto não criava grande perigo. Foi já quando se esperava o apito final que na sequência de um pontapé de canto a bola é desviada ao primeiro poste e um atleta do louletano conclui ao segundo poste de cabeça. No entanto dá ideia que Loukima pode ter carregado Gonçalo na sequência do lance, que de resto se pode ver na fotografia.

O derbi terminou empatado, que no final até se pode ajustar ao que se passou no encontro, no entanto uma chamada de atenção à equipa do Louletano, que pareceu por momentos desprezar o valor dos atletas do Farense, que em nada foram inferiores. Os profissionais do Louletano acabaram por levarem uma lição de humildade dos "amadores" do Farense, que só por mera infelicidade não trouxeram os 3 pontos de Loulé.

Comments

4 comments to "E a vitória ali tão perto..."

Arsenio disse...
9:20 da tarde

Fantastico ir a Loule "roubar" pontos ao possivel candidato a subida,nada mau;parabens aos jogadores e a equipa tecnica e uma palavra para os que dizem mal do Barao :estao a ver que a equipa so perdeu 1 jogo com ele ,bruffskisalvo erro, mas no entanto continuamos a avançar.Força farense vamos em frente.

Anónimo disse...
10:28 da tarde

queria deixar uma palavra de conforto para o justo e dizer que o ze nascimento e o baranito jogaram a montes nao mereciam aquele desgosto e o grandao que á dois jogos que faz golos força farense

Amon Amarth disse...
10:23 da manhã

o bruno é um bom ponta de lança...o gajo é alto mesmo que na marcasse atrapalha os defesas todos deixando o resto mais livre..voces na acreditam em mim :) lol

Anónimo disse...
3:28 da tarde

Caros FARENSES,

Neste jogo só nos faltou uma coisa: sorte!

Jogámos em todo o terreno, com muita disciplina táctica e espírito de sacrifício. Um abraço a todos os que suaram a camisola em Loulé!

Zé da Bola

 

Copyright 2009 All Rights Reserved Blog Leões de Faro optimizado para 1280 x 768 px