domingo, setembro 7

A estrelinha brilhou ao cair do pano


0 comentários
Castrense 0-1 FarenseO Farense conseguiu uma difícil vitória em Castro Verde na estreia de Ivo Soares no comando dosBarão reclama falta dentro da área algarvios ainda que este não se pudesse sentar no banco dos suplentes, isto devido ao processo de desvinculação do Campinense e inscrição no Farense, ainda não estar concluído.

Ivo fez o Farense apresentar-se no em terras alentejanas com um novo sistema táctico, diferente do utilizado por Portela, desta feita com 4 defesas, 3 homens no meio campo com um deles a trinco, Rui Graça que Ivo preferiu fazer subir no relvado fechando o meio campo, preterindo assim Arlindo, e na frente 3 homens soltos, bastante móveis a alternarem posições, ainda que grande parte das vezes Everson fizesse o papel de "10" actuando na zona central atrás dos avançados.

As muitas alterações, acabaram no entanto, por não resultar em mais valia de jogo jogado, viu-se sim empenho por parte dos jogadores, mas como seria de esperar não existindo rotina de jogo o resultado foi uma fraca exibição e muitas dificuldades em criar situações de golo. O meio campo algarvio a enrolar jogo e a demorar demasiado tempo a soltar a bola foi quase sempre presa fácil para o organizado conjunto alentejano. Por isso mesmo a primeira parte do jogo foi um autêntico marasmo no que toca a Farense no ataqueperigo junto das balizas, sendo mesmo conjunto a casa a desperdiçar uma excelente ocasião de golo, com Kula, esta tarde intrasponível, a salvar aquilo que já todos pensavam ir acontecer, o golo da equipa da casa. Já antes os jogadores do Castrense haviam reclamado uma falta na área, de Kula sobre o atacante da casa, no entanto o árbitro nada assinalou.

Na segunda parte o Farense aumentou a posse de bola mas continuou com dificuldades na construção de jogadas, afunilando sempre o jogo, facilitando o trabalho aos defesas locais que ao apoderar-se da bola, a colocavam rapidamente nos seus atacantes, criando assim as melhores ocasiões do segundo tempo. Kula negou por 3 vezes o golo ao Castrense. Ivo decidiu mexer na equipa e colocou Davide Justo que entrou bem e deu largura à frente de ataque farense, conseguindo várias vezes ir à linha de fundo tirando cruzamentos no entanto mal correspondidos pelos homens da frente. O Farense mexia-se melhor criando dificuldades pela direita, mas notava-se falta do mesmo no flanco esquerdo. Quando já niguém esperava e após uma assistência médica a um jogador da casa (foram várias ao longo da segunda parte), Everson num dos seus raides em alta velocidade, disparou um bom remate de fora da área com a bola a entrar junto ao poste, não dando hipóteses de defesa ao último homem dos homens do alentejo. A partida terminaria logo de seguida.

O Farense inicia uma nova fase da sua vida com uma vitória importante em termos motivacionais para o plantel, que apesar de ser extremamente lisonjeira, vale 3 preciosos pontos que o coloca na metade superior da tabela classificativa.

Comments

0 comments to "A estrelinha brilhou ao cair do pano"

 

Copyright 2009 All Rights Reserved Blog Leões de Faro optimizado para 1280 x 768 px