domingo, agosto 31

Mau demais...


0 comentários

Uma das muitas paragens forçadas dos homens de Moncorvo, que usaram e abusaram do anti-jogo.O Farense foi esta tarde prematuramente eliminado da taça de Portugal, no último jogo de Jorge Portela no comando técnico dos algarvios. A formação de Torre de Moncorvo fez-se acompanhar por cerca de 50 adeptos que conseguiram equilibrar as forças entre o público.

O Farense apareceu mais uma vez com várias alterações no onze principal o que nem por isso fez melhorar o rendimento da equipa relativamente ao encontro da passada semana. A formação visitante claramente motivada por defrontar um histórico do panorama do futebol nacional, apareceu a jogar rápida, com boa circulação de bola que cedo colocou à superfície um mal estar psicológico nalguns atletas da casa. A uns minutos iniciais de fulgor visitante, respondeu o Farense, conseguindo equilibrar o encontro com a passagem do tempo, até ao momento em que um atacante da equipa nortenha se isolou e só com Costa pela frente tentou fazer passar a bola por este para se encaminhar para a baliza e inaugurar o marcador. Costa jogou as mãos à bola fora da área e foi expulso, sacrificou-se em prol da equipa no que se viria a tornar num pau de dois bicos, pois fruto do destino, Kula entrou para sofrer o golo da sequência desse mesmo livre. O Farense estava assim a perder e pior que isso com menos um jogador de campo.

Com a 2ª parte veio também a tentativa de reacção farense, mas o Torre de Moncorvo nunca deixou de ser uma equipa perigosa e dispôs de ocasiões flagrantes para dilatar o marcador, mas uma vezes a inoperância dos seus atacantes, outra vez Kula em bom plano foram adiando o inevitável. Com cerca de 25 minutos para jogar, um jogador visitante acabado de entrar agride Bruno e vê o cartão vermelho. O jogo nesta altura já era duro com algumas entradas mais impetuosas de parte a parte que faziam com que o jogo estivesse constantemente parado. Os jogadores visitantes usaram e abusaram do anti-jogo, simulando lesões inexistentes sempre com a complacência do árbitro. Foram contabilizadas 5 paragens e entradas da equipa médica visitante em campo, isto somente na segunda parte. Ao minuto 90 a equipa de Torre de Moncorvo dava a machadada final, num remate cruzado que Kula se opôs defendendo para o local onde se encontrava o atacante visitante que só teve de fazer a recarga para o fundo das redes. O árbitro dava 6 minutos de descontos, mas já era tarde, até porque o Farense nunca demonstrou capacidade sequer para incomodar seriamente a baliza da equipa nortenha.

No Farense encerra-se um ciclo, em que Jorge Portela esteve ao comando, mas que as más exibições da equipa neste ínicio de temporada fizeram este demitir-se do comando técnico dos Algarvios.

Comments

0 comments to "Mau demais..."

 

Copyright 2009 All Rights Reserved Blog Leões de Faro optimizado para 1280 x 768 px