domingo, março 11

Padernense 1-1 Farense


2 comentários
Estádio João Campos em Paderne
Tarde de sol
Relvado em deficientes condições
Cerca de 500 espectadores



Ficha de jogo:

Equipas

Padernense- nº1, nº8(nº31-92'), nº11, nº10, nº7(nº13-80'), nº50, nº17, nº18, nº14(nº9-75'), nº25, nº19

Farense- Rogério, Caras, Andrezinho, Rúben, Nelson Bruno(Clemente-39'), Mota, Igor, Galinha(Paulinho-65'), Márcio(Athos-81'),Hernâni, Jeremias

Acção disciplinar A entrada das equipas no terreno de jogo

Amarelos: Nélson Bruno(Farense-3min),Clemente(Farense-32min), nº22(Padernense-65min), Rogério(Farense-70min), Paulinho(Farense-91min)

Vermelhos:-

Golos: nº8(Padernense-GP) aos 1', Paulinho(Farense) aos 94'

O Farense empatou este Sábado frente ao Padernense num mau jogo de futebol, que valeu essencialmente pela emoção despertada pelos golos alcançados no primeiro e último minuto de jogo.

O Padernense entrou praticamente a ganhar, fruto de um penalty assinalado no primeiro minuto de jogo, quando parte dos espectadores ainda nem tinham ocupado os seus lugares. Uma grande penalidade a deixar algumas dúvidas, sobre se a falta terá sido cometida fora ou dentro da area. Quem não teve dúvidas foi Luís Reis, o juíz da partida que prontamente assinalou para a marca de grande penalidade. A partir daí, não mais o Padernense foi capaz de criar um único lance de perigo no primeiro tempo, e o Farense apesar do domínio territorial também não foi capaz de causar grandes situações de apuro à equipa de Paderne.

Na segunda parte do encontro o Farense voltou a ter grande percentageO lance que daria o golo do empate ao cair do panom de tempo de posse de bola mas quase sempre resolvia as suas jogadas de ataque de forma infrutífera de tal forma que o grande lance de perigo da segunda metade pertenceria ao Padernense que não soube aproveitar a única oportunidade que disfrutou durante todo o encontro, isto para além da grande penalidade que deu o primeiro golo da partida. O Farense tanto insistiu que conseguiu igualar a partida no último lance do encontro, Paulinho, à entrada da área na marcação de um livre superiormente executado, bateria de forma inapelável o guardião de Paderne, colocando a bola no canto superior direito da baliza, não dando qualquer hipotese de defesa a este.

A justiça do resultado, não se pode aplicar a este encontro deveras atípico, com golos a abrir e a fechar o encontro. Encontro esse que apesar de mal jogado, foi muito disputado, e que premeia a única equipa que tentou construir jogadas de futebol ao longo de todo o encontro, o Farense. O Padernense limitou-se a "despachar" bolas para a frente durante todo o encontro, e quase saía premiado com os 3 pontos da vitória. Muito pouco para um candidato à subida, que terá de demonstrar bem mais do que demonstrou frente ao líder, para conseguir o objectivo da subida. Luís Reis fez uma arbitragem que se coadunou com a partida, confusa.

Comments

2 comments to "Padernense 1-1 Farense"

Nuno disse...
6:20 da tarde

Foi o Paulinho que marcou o Golo e nao o jeremias !

Anónimo disse...
2:09 da tarde

Será impressão minha ou parece que as equipas de arbitragem não gostam nada de ver o Farense ressurgir... O nosso clube não ganhou e não foi por culpa do arbitro, mas há atitudes que não se percebem... E isto já ocorre há miutos jogos... ass. samM

 

Copyright 2009 All Rights Reserved Blog Leões de Faro optimizado para 1280 x 768 px